Notícia

O Nortão online

Especialistas garantem que exercícios e ômega-3 podem tratar epilepsia

Publicado em 17 março 2010

Na 4ª Escola Latino-Americana de Verão em Epilepsia (Lasse IV), congresso realizado no início deste ano, Carlos Guerreiro, do departamento de neurologia da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), afirmou que a epilepsia será mais frequente entre idosos em 2030.

Na ocasião, a doutora Marly de Albuquerque, autora de "Epilepsia e Qualidade de Vida", revelou bons resultados contra os tremores utilizando doses regulares de ômega-3.

Uma nova pesquisa, realizada por especialistas da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), aponta que a ingestão de ômega-3 e exercícios físicos reduzem as crises epiléticas, resultado semelhante ao alcançado por Marly.

O projeto foi concretizado com apoio da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo).

Para os que desejam ter uma alimentação mais saudável, o livro "Pratos Ricos em Ômega-3" traz um variado cardápio --peixes, oleaginosas, verduras, legumes e frutas-- com receitas rápidas e fáceis de fazer.

"Exercício Físico e Qualidade de Vida" apresenta informações teóricas e práticas para a elaboração de um programa de atividade física completo e seguro, para obter mais qualidade de vida.

Fonte: Folha