Notícia

Blog Aventureiro Do Desconhecido

Escorpião mais antigo que os dinossauros é encontrado no sul do Brasil

Publicado em 29 agosto 2020

O fóssil de um escorpião que viveu entre 270 milhões e 260 milhões de anos atrás foi encontrado no interior de Santa Catarina. O animal é mais velho que os dinossauros, que só surgiram depois, há cerca de 240 milhões de anos. A espécie foi batizada de Suraju itayma (que significa "escorpião da rocha antiga" em Tupi).

A descoberta foi feita por pesquisadores da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) durante uma viagem para coleta de amostras pelo interior de Santa Catarina, em 2005. Na ocasião, a paleontóloga Frésia Ricardi Branco parou o carro na beira da estrada BR 280 nos arredores de Canoinhas, perto da divisa com o Paraná, para procurar uma espécie extinta de conífera, semelhante a um pinheiro. Após recolher os fósseis, a equipe voltou para a universidade.

Na Unicamp, ao observar as amostras recolhidas na viagem, um dos alunos notou que além de vestígios da conífera de Canoinhas, havia um registro fossilizado de um pequeno escorpião. No entanto, o fóssil só foi estudado dez anos depois. Em 2015, o biólogo e paleoartista Ariel Milani Martine começou a trabalhar com a amostra de escorpião durante seu doutorado sobre descrições e reconstruções de aracnídeos fósseis do Brasil.

Martine foi o principal autor de um artigo científico publicado em abril no Journal of South American Earth Sciences com a descrição da nova espécie de escorpião. “É o mais antigo fóssil de escorpião encontrado na América do Sul”, afirmou Martine, hoje professor na Universidade Estadual do Norte do Paraná (Uenp). Vestígios paleontológicos de escorpiões são raros em todo o mundo. A espécie de Santa Catarina é a segunda do Paleozoico (entre 541 milhões e 245 milhões de anos atrás) encontrada no hemisfério Sul.

Fontes: Revista Fapesp e NSC Total

Essa notícia também repercutiu nos veículos:
Blog Reconstruindo o Passado