Notícia

A Tribuna (Santos, SP)

Escória substitui amianto

Publicado em 22 janeiro 2007

Reconhecidamente cancerígeno e responsável por causar doenças respiratórias, o amianto - usado em telhas, caixas d'água, roupas especiais e outros produtos - tem agora um novo substituto. Trata-se da fibra cerâmica, resultado de trabalho realizado no Centro Multidisciplinar para o Desenvolvimento de Materiais Cerâmicos, um dos pólos de pesquisa financiados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), nas cidades de São Carlos e Araraquara. O trabalho, em parceria com a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), contou com a participação de pesquisadores da Unesp e da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). "A fibra cerâmica apresenta as mesmas propriedades físicas do amianto (denominação dada aos silicatos fibrosos), porém, sem os problemas que causa ao organismo humano", informa o professor José Arana Vareja, da Unesp. Outra grande vantagem do novo produto refere-se ao custo de produção. Como a matéria-prima é escória de alto-forno, um subproduto da fabricação de aço na CSN, não e necessário fundi-Ia, sendo utilizada da forma que sai do alto-forno. Por isso, há grande economia de energia A fibra cerâmica, além de substituir o amianto, pode também ser utilizada para aumentar a resistência mecânica do cimento e proporcionar isolamento térmico, entre outras aplicações.