Notícia

Araraquara24horas

Escolas só voltarão com segurança, diz secretário de Educação de SP

Publicado em 17 julho 2020

Por R7

O secretário de educação do estado de São Paulo, Rossieli Soares, afirmou nesta sexta-feira (17) que as escolas só voltarão com segurança. Para ele, mais importante do que a data prevista para a volta das atividades, são as condições sanitárias que possibilitam a eventual abertura das escolas no estado, prevista para 8 de setembro. "Só voltaremos com segurança. Nossos protocolos estão mantidos."

Rossieli esclareceu que sem as condições sanitárias determinadas pelo Centro de Contingência as atividades não voltarão a funcionar. Além disso, o secretário comentou ainda a publicação de um estudo anunciado por Eduardo Massad, professor e pesquisador da Escola de Matemática Aplicada da FGV (Fundação Getúlio Vargas).

No estudo, o professor desaconselhou a reabertura de escolas a partir de setembro em meio ao avanço da pandemia do novo coronavírus no Brasil. O estudioso classificou a medida como "genocida", na noite de terça-feira (14), durante participação em debate realizado pela Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de S. Paulo).

De acordo com o matemático, mesmo com a obrigatoriedade do uso de máscaras e as medidas de distanciamento social, no primeiro dia de volta às aulas o país teria 1.700 novos infectados e 38 óbitos como consequência.

Rossieli afirmou que o estudo foi realizado com os dados dos dias atuais e não com os números da eventual abertura em setembro. "Não posso comparar agora com aquilo que está vermelho ou laranja. Se a condição fosse hoje em 8 de setembro, não voltaríamos."

"Quando sai um estudo importante, pedimos que o autor nos envie o estudo e ao recebermos, recebemos a informação de que houve um engano na hora de comunicar. Lá atrás foi comunicado um número X de mortes que não é o que o estudo está apresentando efetivamente", afirmou Rossieli. "Este número está errado em até 10 vezes."

Rossieli afirmou que no momento do retorno das atividades está prevista a contratação de novos profissionais para substituir profissionais de grupo de risco. "A previsão é da contratação de 10 mil professores para que o retorno possa se dar."

Fonte:R7

Essa notícia também repercutiu nos veículos:
O Estado de S. Paulo Portal R7 G1 Portal R7 Estadão.com Estado de Minas online BOL UOL IstoÉ online IstoÉ Dinheiro online O Globo online O Globo Folha de S. Paulo Folha.com Crescer online Blog A vida da criança Clipping de Educação Repórter Ceará Blog da Franssinete Florenzano Blog Colinas News Mídia PB APEOESP - Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo 24 Brasil Tribuna de Osasco Meio Norte online Diário de Cubatão Amazônia Acontece Canguru News Independencia News Jornais Virtuais Jornal Água Verde online São Carlos em Rede Jornal Times Brasília Jornal GGN CONTEE - Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino Acontece Agora Online CPP - Centro do Professorado Paulista Observatório do 3° Setor MSN Blog do Evando Moreira Head Topics (Brasil) Agora Notícias Brasil Cartão de Visita News Folha Vitória online Maetips Mais Pajeú Blog J. Campos SINPRO-DF - Sindicato dos Professores no Distrito Federal Blog Henrique Barbosa Diário do Grande ABC online Página Zero online Guajara Hoje Terra MSN Head Topics (Brasil) Folha de Valinhos online FasterNet Portal do Holanda Tribuna do Interior online HiperNotícias Vitória News Guarulhosweb Rede Massa SBT Diário de Notícias online Bem Paraná online Diário do Grande ABC online Correio do Papagaio online Mix Vale Meon Dinheiro Rural online A Crítica (MS) online Aqui Notícias online TN Online Tribuna do Agreste Tribuna do Sertão Repórter Diário online CGN Mercado News Coxim Agora Jornal da Manhã (Marília, SP) online Diário do Grande ABC O Liberal (Americana, SP) online Correio Popular (Campinas, SP) online TV Web Cariri ABC do ABC Queagito.com Tribuna de Jundiaí online O Guardião da Montanha Sindicato dos Químicos de São Paulo Jornal da Manhã (Marília, SP) O Liberal (PA) Jornal Opinião (Caeté, MG)