Notícia

Diário do Nordeste online

Escolas públicas terão internet banda larga

Publicado em 07 dezembro 2007

O Ceará será o segundo Estado a aderir ao Tidia, que viabiliza internet banda larga à educação a distância

O governo do Ceará pretende investir, em 2008, cerca de 55 milhões de reais na implementação da internet banda larga em todas as escolas públicas de Ensino Médio do Estado. Dentro das medidas a serem implementadas pela administração estadual, para uma educação à distância de qualidade, consta o Programa Tecnologia da Informação para o Desenvolvimento da Internet Avançada (Tidia). A iniciativa foi apresentada ontem, na Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece).

O Ceará é o segundo estado brasileiro a aderir ao Programa. "Não queremos ser quintal tecnológico do Brasil. Para isso é preciso implantar programas que venham a somar nas nossas pesquisa, empresas, educação, entre diversos outros setores", observou o secretário adjunto da Secitece, Mauro Oliveira. O governo, ressaltou, está animado com o Tidia. "Temos uma grande sinergia de interesses. Ele virá a contribuir para a implantação do Cinturão Digital e Gigafor", observou.

O programa pretende aliar-se a projetos criados pela Secitece, para serem implementados próximo ano. Um deles é a plataforma de internet de banda larga, a Gigafor, que foi instalada em Fortaleza. O Tidia vai se integrar, também, à infra-estrutura para conexão em alta velocidade, o Cinturão Digital. Os dois projetos permitirão aplicações como educação a distância, telemedicina e investimentos em pesquisa.

Financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), o Tidia possui três projetos KyaTera (Rede Ótica de Alta Velocidade no Estado de São Paulo), Aprendizado Eletrônico e Incubadora Virtual de Conteúdo Digital.

"Esses projetos têm como tema principal a educação. O seu objetivo é utilizar a internet para o desenvolvimento científico, tecnológico, econômico e social", diz o coordenador-geral do Tidia, Wilson Ruggiero.

Em palestra na Secitece, ele apresentou, a experiência do governo do Estado de São Paulo que implantou o programa em escolas públicas.

Recursos

As emendas da bancada federal do Ceará para o orçamento da União de 2008, no que diz respeito a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), incluirão a destinação de R$ 55,4 milhões para o projeto Cinturão Digital.

Os recursos do governo Federal permitirão que seja levada a conexão a 82% da população urbana do Ceará.

Raimir Holanda, articulador do Grupo Temático de Inclusão Digital da Secretaria da Ciência e Tecnologia, garante que o programa proporcionará a comunicação direta entre diversas ilhas digitais.

"Todos os pontos de inclusão social irão se conectar. Isso trará um grande avanço tecnológico e educacional para o Ceará", relata Holanda.

Enquete

Investir em pesquisas e troca de informações

Mauro Oliveira

Secretário adj. da Secitece

Com o Tidia, vamos investir ainda mais em pesquisas. Além de termos uma troca de informação entre todos os setores tecnológicos

Wilson Ruggiero

Coordenador geral do Tidia

Após aderir ao Programa Tidia, o Ceará, a partir de um objeto, poderá participar das pesquisas e receber recursos para esses estudos