Notícia

Portal do Governo do Estado de São Paulo

Escola São Paulo de Ciência Avançada tem inscrições abertas

Publicado em 04 maio 2019

Iniciativa abordará Diplomacia Científica e Diplomacia da Inovação; cadastro pode ser realizado até o próximo domingo (5)

Permanecem abertas até o próximo domingo (5) as inscrições para a Escola São Paulo de Ciência Avançada em Diplomacia Científica e Diplomacia da Inovação (InnSciD SP), que será realizada na Universidade de São Paulo (USP) entre os dias 21 e 30 de agosto.

O evento tem apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), por meio da modalidade Escola São Paulo de Ciência Avançada (ESPCA). O público-alvo é composto principalmente por estudantes inscritos em programas de mestrado, doutorado ou pós-doutorado com interesse nos tópicos abordados na programação.

Estudantes de pós-graduação de qualquer nacionalidade e áreas de conhecimento podem realizar o cadastro. O anúncio dos selecionados ocorrerá no dia 15 de maio. Mais informações sobre inscrições podem ser obtidas pela internet (site em inglês).

São oferecidas 40 vagas para brasileiros e 40 para estrangeiros. Para a manutenção dos selecionados que sejam de outras cidades, estados e países, os benefícios são passagens aéreas e hospedagem na cidade que sediará a Escola.

Temas

Duas grandes áreas terão foco: diplomacia científica e diplomacia da inovação, expondo os respectivos estados da arte, complementados pela apresentação de casos de sucesso. Adicionalmente, haverá simulações sobre diplomacia científica, conduzidas pelo Centro de Estudos de Negociações Internacionais (Caeni/USP), e a elaboração de um quadro de referências sobre diplomacia da inovação.

“A diplomacia científica parte da ideia de que é possível desenvolver diplomacia por meio da ciência, aproximando, por exemplo, países em conflito mediante intercâmbios e parcerias entre pesquisadores, universidades e institutos de pesquisa”, afirma à Agência Fapesp o professor da USP Amâncio Jorge Silva Nunes de Oliveira, responsável pela InnSciD SP.

“Reciprocamente, os corpos diplomáticos podem contribuir para conectar pesquisadores e adensar redes de relacionamento dos países. Trata-se, então, de uma via de mão dupla: o cientista ajudando a diplomacia e a diplomacia ajudando a ciência”, acrescenta.

Vale destacar que a InnSciD SP pretende reunir representantes de organizações internacionais, governos, universidades e empresas. Foi organizada pelo Instituto de Relações Internacionais da Universidade de São Paulo (IRI-USP), com apoio do Instituto de Estudos Avançados (IEA-USP), e o suporte da Fapesp.

Entre os palestrantes já confirmados estão Eliezer Rabinovici, professor de Física de Partículas na Universidade Hebraica de Jerusalém; Amba Pande, do Centro de Estudos Indo-Pacíficos da Escola de Estudos Internacionais da Universidade Jawaharlal Nehru, em Nova Delhi; Pierre-Bruno Ruffini, professor de economia internacional na Faculdade de Assuntos Internacionais da Universidade de Le Havre, na França; Simone Turchetti, do Departamento de Filosofia e Epistemologia da Universidade de Roma; e Charles Weiss, professor emérito aposentado de ciência, tecnologia e relações internacionais e pesquisador visitante da Associação Americana para o Avanço da Ciência (AAAs).