Notícia

DCI

Escola São Paulo de Ciência Avançada lança 8ª chamada do projeto

Publicado em 18 setembro 2012

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) lançou uma nova chamada “modalidade “Escola São Paulo de Ciência Avançada” (ESPCA), que oferece recursos para a organização de cursos e atividades específicas de curta duração em pesquisa avançada no Estado de São Paulo.

Os cursos devem promover discussões nas fronteiras da pesquisa em qualquer área do conhecimento. Esta é a oitava chamada da modalidade que foi lançada, pela primeira vez, no ano de 2009. Espera-se que cada ESPCA ofereça cursos de curta duração em temas avançados da ciência e da tecnologia, contribuindo para a formação dos participantes e criando no Estado um polo de atração de talentos científicos competitivos mundialmente.

As propostas serão recebidas pela Fapesp até o dia 19 de novembro e a divulgação das propostas selecionadas será realizada a partir do dia 18 de fevereiro de 2013. As escolas selecionadas serão iniciadas a partir do dias de julho de 2013. Os professores que lecionarão as disciplinas na ESPCA deverão ser cientistas de excelente qualificação e de destaque em seus respectivos campos de pesquisa, do Brasil e do exterior.

Os estudantes participantes devem estar matriculados em cursos de graduação ou pós-graduação no Brasil ou no exterior, sendo potenciais candidatos aos cursos de mestrado, doutorado ou a estágios de pós-doutorado em instituições de ensino superior e de pesquisa no Estado de São Paulo.

Também poderão ser aceitos pelo projeto alguns jovens doutores. Os estudantes selecionados para participar dos cursos deverão ter a oportunidade de apresentar, em sessões de pôsteres, os resultados de suas pesquisas, discutindo os progressos de seus resultados com os cientistas participantes.

Os cursos devem ter duração, de uma a duas semanas, oferecendo atividades didáticas distribuídas entre aulas teóricas e práticas, seminários e visitas técnicas aos principais centros e instituições de ensino superior e de pesquisa e empresas relevantes para os temas tratados, de tal forma que se possa dar visibilidade à capacidade existente em São Paulo. Espera-se que pelo menos 50% dos participantes do novo curso venham de outros países. Mais informações sobre o projeto podem ser obtidas por meio do endereço eletrônico www.fapesp. br /7193