Notícia

BeefWorld

ESALQ promove Escola de Altos Estudos em BEA de Animais de Produção

Publicado em 19 abril 2017

O Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Sistemas Agrícolas da Universidade de São Paulo (USP), por meio do Núcleo de Pesquisa em Ambiência (NUPEA), realizará de 24 a 27 de abril a Escola de Altos Estudos "Bem-estar de Animais de Produção” conceitos e tecnologias aplicadas na produção industrial. O evento acontecerá no Anfiteatro da ESALQ-LOG, em Piracicaba, e contará com a presença das pesquisadoras canadenses Tina Widowski e Alexandra Harlander, da Universidade de Guelph, e Iran Oliveira, da Escola Superior de Agronomia Luiz de Queiroz (ESALQ – USP). O evento é organizado em parceria com pesquisadores do Campbell Centre for the Study of Animal Welfare (CCSAW) da Universidade de Guelph, do Canadá (http://www.uoguelph.ca/csaw/), e com o apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

Escola de Altos Estudos - A Escola de Altos Estudos consiste em atividade de cooperação acadêmico-internacional na forma de cursos de curta duração. Trata-se de uma iniciativa da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) para fomentar a cooperação acadêmica e o intercâmbio internacional em cursos e programas de pós-graduação stricto sensu. O objetivo é trazer professores e pesquisadores estrangeiros, de elevado conceito internacional para a realização de cursos monográficos, a fim de fortalecer, ampliar e qualificar os programas de pós-graduação de instituições brasileiras.

Parte do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), a EAE se desenvolve com recursos Capes, que são empregados em passagens aéreas, hospedagem e apoio operacional. Todos os cursos são documentados e passam a integrar o acervo da agência. Os cursos ministrados pelos especialistas estrangeiros têm curta duração e somam créditos para o programa de pós-graduação dos participantes. A Capes incentiva à formação de consórcios entre universidades para ampliar o acesso aos eventos. Quando possível participar via internet ou teleconferência, o curso também deve contabilizar créditos.

Difusão Cultural - O curso será oferecido também no formato de difusão cultural. Um percentual das vagas existentes será para profissionais não vinculados aos curós de Pós-graduação, nesse caso o apoio recebido foi da FAPESP – Fundação de Amparo a Pesquisa no Estado de São Paulo, a certificação será realizada pela USP. Podem participar estudantes de pós-graduação, médicos veterinários, zootecnistas, engenheiros agrícolas, agrônomos e biossistemas, além de biólogos e outros profissionais que atuam na área de bem estar de animais de produção. Maiores informações pelo email: iranoliveira@usp.br

Fonte: Assessoria de Imprensa