Notícia

Portal Exame

Erotismo politicamente correto faz bem para a saúde

Publicado em 19 setembro 2013

Por Márcio Ferrari, da Agência FAPESP
São Paulo – Com o aumento da longevidade, a velhice está se tornando a fase mais longa da vida. Contada geralmente a partir dos 60 anos de idade – mas não raro a partir dos 50 –, às vezes corresponde a quase metade da existência de uma pessoa. Atualmente já se pode falar não de uma única velhice, mas de várias, dependendo da faixa etária e das condições sociais e individuais do idoso. Por ser o prolongamento da expectativa de vida um fenômeno recente e veloz, as políticas públicas, as concepções médicas e as de senso [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.