Notícia

Canal Rio Claro

Equipes Paulistas são maioria entre finalistas do prêmio Inova

Publicado em 17 dezembro 2009

São Paulo foi o estado com o maior número de representantes na 3ª edição do Prêmio Whirlpool INOVA. Dos projetos inscritos por mais de 200 estudantes de 35 instituições de ensino superior, 45% são paulistas. A primeira fase, concluída no fim de novembro, selecionou 20 projetos, divididos nas categorias Engenharia e Design, com o objetivo de gerar produtos diferenciados para o segmento de linha branca por meio de soluções que proporcionem efetivamente melhorias para o dia a dia do consumidor.

Entre os finalistas estão nove equipes paulistas da FEI, Instituto Mauá de Tecnologia, UNESP e SENAC, que se destacaram nas categorias de engenharia e design. O Prêmio Inova é direcionado a professores e alunos, com graduação e pós-graduação stricto sensu, nas áreas de design e engenharia. Lançado pela Whirlpool Latin America (que atua no Brasil com as marcas Brastemp, Consul e KitchenAid), conquistou, não só a atenção dos jovens talentos, como, também, o apoio de renomados profissionais e entidades, como o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), a Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), pertencente ao Ministério da Ciência e Tecnologia, e a Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (ANPEI), além dos designers Adélia Borges, Peter Fassbender e Charles Bezerra, e do diretor de criação da DM9DDB, Rodrigo Almeida.

Ao todo, o valor a premiação soma mais de R$ 135 mil, entre dinheiro, bolsas de estudo e produtos. Os projetos finalistas estão em fase de desenvolvimento e os vencedores serão conhecidos em março de 2010.