Notícia

Jornal Brasil

Equipe Hesteq é vencedora da terceira edição do Desafio Unicamp

Publicado em 26 julho 2013

Hesteq foi a grande vencedora do Desafio Unicamp 2013, competição de modelo de negócios realizada pela Agência de Inovação Inova Unicamp, que tem por objetivo estimular a criação de empresas de base tecnológica a partir de tecnologias protegidas da Unicamp - patentes e programas de computador. A cerimônia de premiação aconteceu nesta sexta-feira (26), das 10h às 12h, na sala do Conselho Universitário.

Formada pelo aluno da Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação da Unicamp, Iago de Almeida Neves, e pelos alunos da Faculdade de Engenharia Química da Unicamp, Antenor Teixeira Neto, Arthur Maia Mendes, Pedro Luiz Galante Iannini e Reginaldo José Gomes Neto, a Hesteq teve como mentor empresarial o empreendedor Alexandre Neves, fundador da Kaizen e presidente do grupo Unicamp Ventures. A equipe trabalhou com a tecnologia "Sistema e método de detecção de vazamento de gás em tubulações", desenvolvida pela professora Ana Maria Frattini Filetti, que atuou como mentora acadêmica.

Entusiasmado, o porta-voz da equipe, Arthur Maia Mendes, conta das expectativas e planos futuros da equipe. "Trabalhamos muito para produzir nosso modelo de negócio. Depois de muitos pivots e com a ajuda dos nossos mentores atingimos o melhor resultado. Ser campeão do Desafio Unicamp foi a primeira de muitas etapas que pretendemos enfrentar para concretizar nosso projeto. E agora estamos muito confiantes."

Também participaram da competição as equipes finalistas: Harmônica, segunda colocada; Raiz Universitária, terceira colocada; DJANGO, quarta colocada; Good Values, quinta colocada e Astros FT, sexta colocada. Cada uma apresentou seu modelo de negócio à banca avaliadora, composta pelo professor Ademir Petenate, do Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica; César Gon, sócio fundador e CEO da Ci&T; José Paiva, investidor na Mitisubishi Corporation; Luiz Aun, associado da FIR Capital; Marcos Ferretti, fundador da Positron; Maria Beatriz Bonacelli, professora do departamento de Política Tecnológica da Unicamp; Taíla Lemos, CEO do Gentros Pesquisa e co-fundadora da Associação Campinas Startups. Cada equipe teve sete minutos para realizar as apresentações, que destacavam o diferencial das tecnologias e os respectivos potenciais de mercado.

Neste ano, o Desafio Unicamp concedeu premiações às três primeiras colocadas: o terceiro lugar ganhou um curso de formação Green Belt e certificados; o segundo lugar levou R$ 1 mil para cada integrante, bem como curso de formação Green Belt e certificados. Já a equipe vencedora da competição foi premiada com R$ 3 mil para cada integrante, formação Black Belt, bolsa no exterior a um integrante para o programa "RedEmprendia novos empreendedores: aprendendo a empreender", troféus e certificados.

Entre as autoridades da Unicamp presentes no evento estavam: o professor Álvaro Crosta Penteado, coordenador geral da Universidade; a professora Teresa Dib Zambon Atvars, pró-reitora de desenvolvimento universitário da Unicamp; o professor Luís Alberto Magna, pró-reitor de graduação da Unicamp; o professor Milton Mori, diretor executivo da Agência de Inovação Inova Unicamp; Sérgio Robles Reis de Queiroz, coordenador adjunto para pesquisa em inovação tecnológica da FAPESP, e Mariana Savedra, diretora de desenvolvimento econômico da secretaria municipal de desenvolvimento econômico, social e de turismo da cidade de Campinas.

O professor Álvaro apontou a importância de iniciativas inovadoras na universidade. "Ações de fomento à inovação e ao empreendedorismo representam em uma universidade o engajamento na sociedade e a preocupação com o ecossistema da região. Países desenvolvidos são os que têm universidades voltadas à inovação, aspecto que nós, da Unicamp, nos tornamos um exemplo, já que somos a segunda maior detentora de patentes do país. E é com muito orgulho que chegamos à final de mais uma edição do Desafio Unicamp, um dos nossos principais mecanismos de incentivo à inovação e ao empreendedorismo, comentou o professor."

Para Mori, a terceira edição demonstrou o avanço e a propagação dessa competição empreendedora pelo Brasil. "Tivemos alunos participantes de cinco estados brasileiros e de diversas universidades. Todas as equipes fizeram um trabalho excelente e espero que sigam adiante na iniciativa empreendedora para formar com sucesso as próximas empresas filhas da Unicamp", ressalta.

Sobre o Desafio Unicamp

O Desafio Unicamp de Inovação Tecnológica é uma iniciativa da Agência de Inovação Inova Unicamp e conta com financiamento do CNPq e CAPES e apoio de diversas instituições, como as patrocinadoras Cielo, EDTI, LD Soft, Banco do Brasil, Clarke, Modet & Cº, Cristália e RedEmprendia e os apoiadores Anjos do Brasil, Associação Campinas Startups, Núcleo das Empresas Juniores, Fundo Pitanga, EPM Jr. Unifesp, Ciesp, Prefeitura Municipal de Campinas, Liga Empreendedora, Endeavor, Eureca, Sebrae e DikaJob.

Fonte: Imprensa Unicamp