Notícia

Portal Vermelho

Entenda porque sangue com alto teor de glicose fortalece o coronavírus

Publicado em 25 maio 2020

Por André Julião | Agência FAPESP

Cerca de 40 pesquisadores da Unicamp desvendaram uma causa da maior gravidade da covid-19 em pacientes diabéticos. Testaram remédios ainda em estudos para impedir o avanço do vírus em diabéticos, o que sugere que o controle do nível de glicose no sangue ajuda para resistir à doença, como já se observou anteriormente.

Como mostraram os experimentos feitos em laboratório, o teor mais alto de glicose no sangue é captado por um tipo de célula de defesa conhecido como monócito e serve como uma fonte de energia extra, que permite ao novo coronavírus se replicar mais do que em um organismo saudável. Em resposta à crescente carga viral, os monócitos passam a liberar uma grande quantidade de citocinas [proteínas com ação inflamatória], que causam uma série de efeitos, como a morte de células pulmonares.

“O trabalho mostra uma relação causal entre níveis aumentados de glicose com o que tem sido visto na clínica: maior gravidade da covid-19 em pacientes com diabetes”, diz Moraes-Vieira, pesquisador do Experimental Medicine Research Cluster (EMRC) e do Centro de Pesquisa em Obesidade e comorbidades (OCRC), um Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPID), com sede na Unicamp.

Por meio de ferramentas de bioinformática, os pesquisadores analisaram inicialmente dados públicos de células pulmonares de pacientes com quadros médios e severos de covid-19. Foi observada uma manifestação muito forte de genes que ajudam na sinalização de interferon alfa e beta, que costuma ser uma resposta contra o ataque viral.

Os pesquisadores observaram ainda no pulmão de pacientes graves com covid-19 uma grande quantidade de monócitos e macrófagos, duas células de defesa e de controle da equilíbrio de fluídos do organismo. Monócitos e macrófagos eram as células mais abundantes nas amostras e as análises mostraram que a chamada via glicolítica, que metaboliza a glicose, estava bastante aumentada.

O grupo da Unicamp realizou, então, uma série de ensaios com monócitos infectados com o novo coronavírus, em que eles eram cultivados em diferentes concentrações de glicose. Moraes-Vieira explica que quanto maior a concentração de glicose, mais o vírus se replicava e mais as células de defesa produziam um certo tipo de moléculas além de necrose tumoral, associadas ao fenômeno conhecido como tempestade de citocinas, em que não só o pulmão, como todo o organismo, é exposto a essa resposta imunológica descontrolada, desencadeando várias alterações sistêmicas observadas em pacientes graves e que pode levar à morte .

Drogas para inibir glicose

Os pesquisadores usaram então, nas células infectadas, uma droga utilizada para inibir o fluxo de glicose. Eles observaram que o tratamento bloqueou completamente a replicação do vírus, assim como o aumento da expressão das citocinas e da proteína pela qual o coronavírus invade as células humanas.

Além disso, usaram uma droga que está sendo testada em pacientes com alguns tipos de câncer, que inibe a ação de um gene envolvido no aumento do fluxo de glicose nas células. O resultado da sua aplicação foi o mesmo da outra droga: menos replicação viral e menos expressão de citocinas inflamatórias.

Por fim, o mecanismo era mediado por um fator que é mantido estável, em parte, pela presença de espécies reativas de oxigênio na mitocôndria, a usina de energia das células. Os pesquisadores usaram então antioxidantes nas células infectadas e viram que esse fator diminuía a sua atividade e, assim, deixava de influenciar o metabolismo da glicose. Como consequência, fazia com que o vírus parasse de se replicar nos monócitos, as células de defesa infectadas, que não mais produziam citocinas tóxicas para o organismo. Isso significa, a princípio, que as drogas evitam a morte das células pulmonares.

Como as drogas usadas nos experimentos com células estão atualmente em testes clínicos para alguns tipos de câncer, poderiam futuramente ser testadas em pacientes com covid-19.

O estudo publicado ainda precisa ser replicado por outros cientistas pelo mundo para comprovar seus resultados.

Os procedimentos mencionados envolveram pelo menos cinco etapas principais em laboratórios distintos, envolvendo pelo menos dez pesquisadores coordenadores de pós-graduação apoiados pela Fapesp, que trabalharam incansavelmente com outros 30 pesquisadores para obter os resultados no menor espaço de tempo.

O artigo Elevated glucose levels favor SARS-CoV-2 infection and monocyte response through a HIF-1a/glycolysis dependent axis pode ser lido em: https://papers.ssrn.com/sol3/papers.cfm?abstract_id=3606770 .

A reportagem de André Julião foi publicada na Agência Fapesp e traz mais detalhes e nomes envolvidos.

Essa notícia também repercutiu nos veículos:
UOL TV GloboNews IstoÉ online Estado de Minas online BOL UOL Portal R7 Estadão.com Portal Exame G1 Yahoo! G1 Record TV G1 Diário da Saúde Saber Atualizado Folha Regional (Flórida Paulista, SP) online Vale News Cruzeiro do Sul Cruzeiro do Sul online Central das Notícias TN Online Pampulha online O Tempo online O Tempo (Contagem, MG) online Super Notícia 91,7 FM Central das Notícias Olhar Digital TV Cariri Vazante.net Portal do Holanda Correio Popular (Campinas, SP) online Central das Notícias Portal Banda B Jornal de Brasília online FasterNet Repórter Diário Folha de Valinhos online Guarulhosweb HiperNotícias GCN Dinheiro Rural online Folha Vitória online CGN Tribuna do Agreste Mercado News Bem Paraná online Correio do Papagaio online Correio do Povo (Porto Alegre, RS) online Tribuna do Sertão SBT Interior ES360 Diário do Sudoeste (Pato Branco, PR) online Mix Vale Diário de Notícias online Diário do Grande ABC online A Crítica (MS) online Aqui Notícias online Meon O Liberal (Americana, SP) online Terra Head Topics (Brasil) Todo Segundo Blog do Lau Blog Saúde e Dicas Blog O Outro lado da notícia Painel Político Cidade Verde São Carlos em Rede Plox Jornal Contábil Ariquemes Correio Popular (Campinas, SP) Leia Notícias Espaço Ecológico no Ar Galileu online Jefte News Página1 PB O Povo online Gazeta de Piracicaba Agrosoft Acontece Botucatu Notícias de Campinas Notícias ao Minuto (Brasil) Esteta Jornal da Ciência online Giro S/A Online Central das Notícias Painel Notícias Circuito de Notícias Portal do Governo do Estado de São Paulo Jornal Sudoeste Paulista Tamoios News Central das Notícias Planeta online Edna Soares Wiy Solutions Coluna Supinando Conteúdo MS Central das Notícias ID News Casa de Notícias Blog A Crítica UNICAMP - Universidade Estadual de Campinas Cenário MT Jornal Tornado (Portugal) MS de Fato Algomais online Mundo e Meio ABIPTI - Associação Brasileira das Instituições de Pesquisa Tecnológica e Inovação Z1 Portal de Notícias Caderno B Jornal Itaqui-Bacanga Diário de Suzano MSN Região Noroeste Programa InfoSalud (Argentina) Mato Grosso Digital Truck Brasil Terra Na Hora Online MSN Jornal Opção (Goiânia, GO) online Espião de Celular Polêmica Paraíba Sempre Família Portal da Enfermagem Agenda Paraíba Tribuna MS Tribuna do Interior online Época Negócios online Nominuto.com Jornal do Oeste (Toledo, PR) online Portal Colina Notícias Gazeta de Piracicaba online Portal da Política MT Diplomatizzando Mirassol Conectada Innaldo Sardinha Central das Notícias Goiaba Tech Canaltech Blog Jornal da Mulher Panorama Farmacêutico Yahoo Esportes 2A+ Farma Rádio Studio FM 98.3 Jovem Capital FM 87,9 Criativa FM 87,9 Conceber Digital Só Fatos Resende News O Reporter Blog Mundo Ciência e Saúde Litoral Hoje A Semana (Caieiras, SP) Goiás Agora Notícias & Artigos Roberto Crispim NewsLab online Portal Tucumã Maracaju Speed A Notícia Certa Head Topics (Brasil) Folha Regional Pacaembu Correio do Estado (Campo Grande, MS) online Adamantina Net TV Aberta Rota do Sertão Notícia de Limeira Biblioteca FMUSP RMC Urgente Criativa FM 87,9 Portal Viva Cotia Jornal Onze de Maio Time 24 News (EUA) A Cidade On (São Carlos, SP) Gazeta Web A Cidade On (Campinas, SP) Blog Química no Cotidiano Tech Na Net Jornal Regional Sua Cidade em Revista UTEC