Notícia

Ambiente Energia

Energia Solar: uma aposta na inovação

Publicado em 07 fevereiro 2011

Da Agência Ambiente Energia - O Nipe/Unicamp e a International Energy Iniciative (IEI) realizam, nos dias 15 e 16 de março, o Inova FV - Workshop Inovação para o Estabelecimento do Setor de Energia Solar Fotovoltaica no Brasil. Com inscrições gratuitas, o evento pretende reunir especialistas e profissionais de empresas, governo e instituições de pesquisa nacionais para criar uma agenda para o desenvolvimento desta alternativa energética, destacando os aspectos tecnológico, regulatório, de infraestrutura física, mercado, investimentos e capacitação de pessoal.

De acordo com os organizadores, outro objetivo do Inova FV é aproximar as agendas de pesquisa, desenvolvimento e inovação do mercado, discutindo os desafios científicos e tecnológicos para o estabelecimento do mercado de energia solar fotovoltaica e de indústrias de silício grau solar no Brasil. Entre os resultados esperados, busca-se criar um mercado que integre toda a cadeia produtiva; definir políticas públicas para o setor no país; e estabelecer o Grupo de Acompanhamento e Controle da Energia Solar Fotovoltaica (CACFV).

O Inova FV acontece num bom contexto de boas iniciativas para estimular o maior uso desta tecnologia no país. Uma das iniciativas é a criação do Grupo de Grupo de Trabalho de Geração Distribuída com Sistemas Fotovoltaicos (GT-GDSF) pelo Ministério de Minas e Energia (MME). O objetivo é elaborar uma proposta de política para uso da geração fotovoltaica conectada à rede elétrica, em especial em edificações urbanas, como fator de otimização de gestão da demanda de energia e de promoção ambiental do país, em curto, médio e longo prazos.

Na busca de subsídios para formular políticas de incentivos à fonte fotovoltaica, o Ministério de Ciência e Tecnologia (MCT) encomendou um estudo ao Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE). A ideia é incentivar à inovação tecnológica e à participação industrial do Brasil no mercado de silício grau solar e de energia solar fotovoltaica. A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) também mapeia junto às empresas as demandas para subsidiar uma política industrial para o desenvolvimento da indústria fotovoltaica brasileira. Em paralelo, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) está estudando a criação de um programa especial para a energia solar fotovoltaica. A iniciativa discute o panorama de recursos e lacunas existentes nas universidades e centros de pesquisa no Estado de São Paulo.

Veja abaixo as temáticas do Inova FV

- Estabelecimento do Mercado de Energia Fotovoltaica no Brasil: políticas públicas, planejamento e regulação;

- Cadeia de Inovação para o Estabelecimento do Mercado de Energia Fotovoltaica e de Indústrias de Silício Grau Solar no Brasil;

- Construção de uma política industrial para o desenvolvimento da indústria de equipamentos fotovoltaicos no Brasil;

- Oportunidades de Investimento e Capital de Risco;

- Estabelecimento de Indústrias de Silício Grau Solar e Grau Eletrônico no Brasil;

- Tecnologias de balanço de sistema de energia solar fotovoltaica e conexão à rede elétrica;

- Experiência Internacional (cooperação) em Inovação na Cadeia da Indústria Solar Fotovoltaica.

Mais informações e inscrições: http://www.nipeunicamp.org.br/inovafv