Notícia

Eco Informe

Energia renovável em alta na Europa

Publicado em 06 julho 2010

A nova capacidade de geração de energia na Europa vem na sua maioria de fontes renováveis, segundo a Agência FAPESP. Pelos dados do relatório 2010 Renewable Energy Snapshots, publicado pela Comissão Européia, uma instituição independente, em números absolutos, 19,9% do consumo total derivou, no ano passado, de fontes renováveis.

A energia hidrelétrica respondeu pela maior parcela entre as fontes renováveis, com (11,6%), seguida pelas energias eólica (4,2%), biomassa (3,5%) e solar (0,4%).

Quando olhamos para a nova capacidade de geração instalada, a energia eólica está em primeiro lugar, com 37,1%, seguida por fotovoltaica (21%), biomassa (2,1%), hidrelétrica (1,4%) e energia solar concentrada (0,4%), sistema que usa lentes ou espelhos para concentrar uma grande área de luz solar.

Com relação às fontes de geração não renováveis, da capacidade instalada em 2009 o gás ficou em primeiro, com 24%, seguido pelo carvão (8,7%), óleo (2,1%), incineração de lixo (1,6%) e energia nuclear (1,6%).

Pelos estudos, em 2020, cerca de 35% a 40% do consumo de energia virão de fontes renováveis, na União Européia, devendo ser a eólica a fonte mais utilizada. Há a expectativa de que deverá dobrar o fornecimento deste tipo de energia entre 2008 e 2010.