Notícia

Jornal Brasil

Encontros debatem 50 anos de Comunicação no Brasil

Publicado em 06 agosto 2013

A FAPESP, em parceria com a Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom), realizará, a partir de 9 de agosto, o ciclo de conferências "50 anos das Ciências da Comunicação no Brasil: a contribuição de São Paulo", uma série de encontros para discutir alguns dos principais aspectos da Comunicação no Brasil nas últimas cinco décadas.

Ao todo, serão oito encontros semanais, sempre às sextas-feiras, com o objetivo de resgatar a história, as ideias e os autores que ajudaram a delinear a área da Comunicação como um campo de conhecimento específico. A série de palestras será uma oportunidade para debater e refletir sobre a sistematização do conhecimento na área da Comunicação, seus desdobramentos e influências no cotidiano dos meios de comunicação e demais instituições.

Autores brasileiros fundamentais para a área da Comunicação terão sua obra debatida por comunicadores e acadêmicos como José Marques de Melo, da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade Metodista de São Paulo (Umesp); Norval Baitello Junior, Ana Claudia Mei Oliveira e José Arbex, da Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP); Carlos Eduardo Lins da Silva, da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM); Maria Cristina Gobbi, da Universidade Estadual Paulista (Unesp); Luis Milanesi, José Luiz Proença e Maria Immacolata Vassalo de Lopes, da USP; Graça Caldas, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp); e Eugenio Bucci, da USP e da ESPM; entre outros, que integram diversas instituições de ensino e pesquisa em Comunicação no Brasil.

Desde o século passado, teóricos da Comunicação buscam fundamentar ideias discutidas na área das Ciências Sociais, trabalhando para consolidar a diversidade de pensamentos. Objeto de estudo em plena transformação, a Comunicação segue como um desafio também aos expoentes de uma nova geração de pesquisadores.

As discussões ocorrerão a partir da análise de um conjunto de textos clássicos da cultura brasileira, cujos autores lançaram as bases para a formação de um pensamento crítico e suas diferentes influências. O processo que ajudou a constituir um pensamento brasileiro para a comunicação será analisado a partir de estudos desenvolvidos em diferentes momentos e instituições acadêmicas.

A passagem do século 20 para o século 21, o advento das novas tecnologias e seus impactos nos processos comunicacionais também estarão no centro das discussões, que serão divididas de acordo com essa trajetória. Entre os aspectos analisados estarão instituições, meios e mídias, cultura de massas, culturalismos, comunicação e mercado, diálogos culturais e redes sociais.

A programação completa pode ser acessada em duas partes. O Programa Século XX, que ocorrerá na FAPESP, está disponível em www.fapesp.br/7889 e o Programa Século XXI, que terá espaço na Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP, em www.fapesp.br/7894.

A inscrição pode ser feita em: www.fapesp.br/eventos/ciclocomunicacao/inscricao.

Fonte: Agência FAPESP