Notícia

Esteta

Encontro Regional da Associação Brasileira de Educação Médica

Publicado em 27 janeiro 2014

A Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) sedia, no dia 22 de fevereiro, o Encontro Regional da Associação Brasileira de Educação Médica (Abem).

A reunião é destinada a docentes, estudantes e residentes da área médica e terá como tema “Saúde mental do estudante e residente, assédio e violência na escola médica”.

A programação inclui palestras dos professores Marco Akerman, da Faculdade de Medicina do ABC (FMABC), de Santo André; Maria Cristina Pereira Lima, da Faculdade de Medicina da Unesp de Botucatu; e Patrícia Tempski, da Universidade de São Paulo (USP).

A FCM/Unicamp fica na Rua Tessália Vieira de Camargo, 126, na Cidade Universitária Zeferino Vaz, em Campinas (SP).

Mais informações

http://www.fcm.unicamp.br/fcm/eventos/2014/encontro-regional

Sobre Maria Cristina Pereira Lima

Maria Cristina Pereira Lima possui graduação em Medicina pela Unesp, mestrado em Ciências Médicas pela Unicamp e doutorado em Medicina (Medicina Preventiva) pela USP. Possui formação em Psicodrama Terapêutico pelo Instituto Sedes Sapientae. Concluiu pós-doutorado no Centre for Addiction and Mental Health, Toronto (ON). Defendeu livre-docência em saúde mental pela UNESP, em 2012. É professora adjunta na Faculdade de Medicina de Botucatu, Unesp, tendo experiência na área de Saúde Mental. No momento é chefe do Departamento de Neurologia, Psicologia e Psiquiatria e membro do Comitê de ética em pesquisa da Faculdade de Medicina de Botucatu. Atua como vice coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, desde 2010 e é membro da Câmara Técnica de Psiquiatria, do CREMESP (Conselho Regional de Medicina de SP) . É bolsista em Produtividade pelo CNPq (Nível 2), no período 2011/2014. Os temas mais freqüentes na contextualização da produção científica são epidemiologia, transtornos relacionados ao uso de álcool, saúde mental de estudantes da área da saúde e educação médica. Nas raras horas vagas, faz Crochê e Origami.

Fonte: Agência Fapesp