Notícia

A Tarde (BA)

Empresas oferecem lojas prontas

Publicado em 25 novembro 2006

Uma opção aos sites de leilão e venda direta são as empresa que oferecem soluções prontas para comércio eletrônico. Com um pequeno investimento inicial, é possível abrir um negócio de vendas on-line em pouco tempo.
A maioria dos sistemas são fáceis de usar e podem ser atualizados em tempo real. A depender do serviço contratado, é possível montar um site com um bom nível e automação. Cálculo do valor do frete e emissão do boleto para pagamento podem ser feitos de forma automática.
Antes de escolher a empresa prestadora do serviço, é preciso pesquisar bastante. O preço e a quantidade de recursos disponíveis variam bastante. Algumas companhias incluem no valor pago pelo comerciante uma ta de hospedagem. Em outras empresas, o serviço poderá ser dobrado à parte.
Endereço — Se o cliente quiser manter um domínio virtual do tipo www.nomedaloja.com.br terá que efetuar um pedido junto à Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo(Fapesp), através do site .registro.br. Somente pessoas físicas podem contratar o serviço.
Para manter um endereço no ar, o comerciante paga uma taxa anual de R$ 100.
A reserva de nomes .com ou .net poder ser feita até mesmo por pessoa física. Como o serviço é operado por empresas fora do Brasil, a atuação do domínio e o pagamento da taxa de manutenção só podem ser efetivados através de cartão de crédito internacional.
Depois de ver o negócio crescer através dos sites de leilão, o economista Marlon Mello sócio de uma loja de produtos de informática em Salvador, optou por abrir uma loja virtual independente. No inicio, ele chegou a utilizar um sistema gratuito, OS Commerce (www.oscommerce.com).
Com o crescimento da demanda, ele decidiu apostar numa solução customizada, melhor adaptada à necessidades do seu negócio. Mello diz,que a aparência do site é um fator estratégico. "Acredito que um bom desing corresponde por 50% do sucesso. O restante é organização e disposição para o trabalho", analisa o empresário.
Publicidade — Para divulgar sua loja na internet, Mello utiliza os sites que operam como mecanismo de busca de produtos, a exemplo do Jacotei (www.jacotei.com.br) e Buscapé ( O empresário observa que muitos internautas confiam em sites que oferecem este tipo de serviço; que permite a comparação de preços.
Para ter suas ofertas listadas, o-comerciante para um valor fixo mensal ou uma taxa por dique, ou seja, sempre que um visitante escolher uma de suas ofertas.
Outro aspecto importante do comércio eletrônico são as formas de pagamento. Como a margem de lucro geralmente é estreita, o comerciante deve ficar atento aos custos dos serviços de intermediação de pagamentos. Os bancos que oferecem o serviço de emissão de guias para lojas virtuais cobram cerca de R$ 2 por cada boleto emitido.