Notícia

Agência C&T (MCTI)

Empresa incubada desenvolve ferramentas de aprendizagem

Publicado em 17 outubro 2012

Por Thamy Ribeiro

Estudar química quântica, tabela periódica e até como evitar o mosquito da dengue. Tudo isso ficou muito divertido com o projeto Ludo Educa Jogos. A iniciativa oferece ferramentas educativas online com temas que vão dos conteúdos para vestibular até alfabetização de jovens e adultos. Durante a 9ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, em Brasília (DF), o público, na maioria estudantes de escolas públicas, está tendo contato com os jogos de maior sucesso. 

Quatro programadores, um designer e uma equipe de pedagogos são os responsáveis pela elaboração dos jogos. “A intenção é que sejam grátis e educativos. O foco são os alunos das escolas públicas e eles têm feito muito sucesso na educação de jovens e adultos”, explica o analista e desenvolvedor de sistemas Rener Baffa, do Instituto Federal de São Paulo, campus São Carlos (IFS-SC).  Ele e o estudante do mesmo curso e instituição, Julio Cesar Carrega, são os representantes do projeto na 9ª SNCT.

Ambos revelaram que existe resistência por parte de alguns professores sobre o uso dos jogos para o aprendizado, embora assegurem que os jogos trabalham a lógica a repetição. “Estamos para desenvolver jogos sobre educação no trânsito e educação alimentar, com o objetivo de que a criança aprenda interagindo” diz Carrega. 

Os jogos educativos fazem parte do projeto de desenvolvimento da empresa Aptor Games, iniciado em 2010. A Aptor é uma das empresas incubadas pelo Centro Multidisciplinar para o Desenvolvimento de Materiais (CMDMC/Fapesp) e pelo Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia dos Materiais em Nanotecnologia (INCTMN/CNPq). Deste objetivo surgiu o Ludo Educa Jogos, que já rendeu mais de dois milhões de acessos pelo mundo.

São 25 jogos organizados em seis temas: "Contra a dengue", com seis jogos; "Ludo educativo", com quatro jogos; "Primeiros passos", com seis jogos; "Meio Ambiente e sustentabilidade", com sete jogos; "Raciocínio e vida marinha, com um jogo cada. O projeto está concorrendo ao Prêmio Santander Universidades e já foi selecionado entre as 300 melhores ideias.

Leia mais:

http://www.ludoeducajogos.com.br/site/jogos/index.php

Ascom do MCTI