Notícia

Esteta

Empresa criada em centro de pesquisa recebe prêmio de inovação

Publicado em 19 dezembro 2014

A NANOX Tecnologia, spin-offque surgiu através da interação entre professores do Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais (CDMF) e ex-alunos da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e Unesp , recebeu o Prêmio Exporta São Paulo 2014, na categoria Inovação.

 

A premiação, instituída em 2005 para estimular produtores paulistas a se engajarem em operações de exportação, é promovida pela Associação Comercial de São Paulo e pela Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo, por meio da São Paulo Chamber of Commerce.

 

O CDMF tem parceria com a NANOX em diversas pesquisas com aplicação tecnológica, como o plástico filme bactericida AlpFilm Protect, produzido em conjunto com a empresa de embalagens Alpes. O produto é o primeiro filme de PVC transparente que elimina continuamente a proliferação de fungos e bactérias em sua superfície. A pesquisa foi desenvolvida durante mais de dois anos, utilizando a estrutura do Centro para a obtenção do material básico que dá a propriedade bactericida ao produto usado para embalar alimentos, aumentando a sua segurança.

 

Neste ano a NANOX, em parceria com a empresa Gift, também lançou uma linha de produtos de higiene bucal com propriedade bactericida. Fabricados com nanoestruturas incorporadas à matéria prima, os produtos têm uma superfície protegida da ação de microrganismos. A pesquisa para obtenção do composto também foi desenvolvida a partir da cooperação entre empresa e os laboratórios do CDMF.

 

Para a NANOX esse prêmio é um reconhecimento dos esforços de nossa empresa para obter uma tecnologia diferenciada com aplicação no mercado global. Isso nos dá motivação para investir cada vez mais em nossa interação com a universidade para busca de novos produtos e horizontes, comentou Luiz Gustavo Pagotto Simões, diretor da NANOX.

 

Indústria na universidade

O termo spin-off é utilizado para descrever uma empresa que nasceu a partir de um grupo de pesquisa, normalmente com o objetivo de explorar um novo produto ou serviço com alto potencial tecnológico.

 

O coordenador do CDMF, professor Elson Longo, explica que para existir inovação e aplicação das pesquisas desenvolvidas pela universidade é necessário ter a visão industrial para chegar a um produto produzido em larga escala. Para o Brasil vencer as barreiras do desenvolvimento tecnológico sustentável é extremamente importante a criação de spin-offs voltadas para a pesquisa em nanotecnologia de ponta. A NANOX é um exemplo a ser seguido.

 

Sobre o CDMF

O Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais (CDMF) é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPID) apoiados pela FAPESP. O Centro também recebe investimento do CNPq, a partir do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia dos Materiais em Nanotecnologia (INCTMN), integrando uma rede de pesquisa entre Universidade Estadual Paulista (UNESP), Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Universidade de São Paulo (USP) e Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN).

 

Informações

(16) 9-8178-2748

(16) 3351-8214

fernandavilela@liec.ufscar.br

 

Fernanda Vilela, Comunicação do Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais (CDMF)