Notícia

Brasil Mineral online

EMBRAPII e Fapesp assinam parceria

Publicado em 01 setembro 2016

A Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII) e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) assinaram Acordo de Cooperação para Pesquisa voltada para o desenvolvimento de tecnologia. O documento prevê financiamento de projetos de pesquisa científica e tecnológica desenvolvidos pelas duas instituições e com a participação e cofinanciamento de empresas. As duas signatárias irão investir até R$ 40 milhões, divididos igualmente, ao longo de cinco anos.

A Fapesp irá apoiar projetos no âmbito do Programa de Apoio à Pesquisa em Parceria para Inovação Tecnológica (PITE). Criado em 1994, o PITE visa cofinanciar pesquisa em cooperação entre pesquisadores ligados a instituições de pesquisa no Estado de São Paulo e pesquisadores de centros de pesquisa de empresas localizadas no Brasil ou no exterior. Entre as parceiras do PITE estão empresas como GlaxoSmithKline, Microsoft, Embraer, Peugeot-Citroën, AstraZeneca, Natura e Sabesp, entre outras. Cerca de R$ 73 milhões estão contratados para execução completa dos 39 projetos hoje em andamento com participação de 21 empresas de grande porte.

As duas instituições já são parceiras no apoio ao desenvolvimento de próteses ortopédicas customizadas, confeccionadas com ligas de nióbio-titânio (Nb-Ti) e titânio-nióbio-zircônio (Ti-Ni-Zr) pela técnica de fusão seletiva a laser, desenvolvido pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM) e a Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD), no âmbito do PITE. O investimento de R$ 8,2 milhões nesse projeto será dividido entre a CBMM (R$ 2,69 milhões), a Fapesp (R$ 1,8 milhão), a EMBRAPII (R$ 2,17 milhões) e o governo do Estado de São Paulo (R$ 1,6 milhão).