Notícia

Jornal do Commercio (RJ)

Embrapa facilita comércio com sistema online

Publicado em 31 agosto 2005

Uma ferramenta inovadora para incrementar o comércio de produtos agrícolas pela internet é a novidade da Embrapa Meio-Norte, unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. A idéia é modernizar o Sistema de Informação e Promoção de Produtos e Serviços da Agricultura Familiar (Sispaf), uma plataforma de comércio eletrônico que funciona desde 2004 em fase piloto no Piauí.
O novo sistema on-line, que funcionará inteiramente em software livre e sem nenhum custo ao usuário, permitirá a comercialização de produtos diretamente pelo pequeno agricultor. Basta que o produtor cadastre os itens disponíveis, informando quantidades, preços e a época em que deseja vendê-los. As informações serão disponibilizadas no site do Sispaf a diferentes públicos, como associações, cooperativas, restaurantes e supermercados.
"Estamos em fase de incorporação de novas funcionalidades ao sistema que inclui, por exemplo, a possibilidade de emitir boleto bancário, controlar o estoque dos produtos pela web e visualizar relatórios com dados sobre o histórico de ofertas", disse Carlos Freitas, coordenador do trabalho, à Agência FAPESP.
Para usar o sistema, os agricultores e compradores podem acessar diretamente a internet ou procurar os sindicatos rurais de seus municípios. De acordo com Freitas, a Empresa Técnica de Extensão Rural (Emater) demonstrou interesse em implementar a nova versão do Sispaf, que deverá estar disponível aos agricultores dentro de um ano, em Minas Gerais e São Paulo.
Experiências
"Nosso interesse maior é implementar algumas experiências piloto em diferentes Estados, para criarmos uma central virtual de comercialização de produtos da agricultura familiar", disse Freitas. "Os Estados que aderirem ao sistema poderão começar a gerar uma ampla base de dados com fotos e descrição de vários produtos, como grão, frutas, hortaliças e legumes."
O projeto de modernização do Sispaf, desenvolvido em parceria com a Embrapa Informática Agropecuária, de Campinas, e o Genius Instituto de Tecnologia, de Manaus, é financiado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT).
Mais informações: www.cpamn.embrapa.br/sispaf.