Notícia

Cultivar

Embrapa e CTBE assinam acordo para desenvolver cultivo da cana

Publicado em 27 janeiro 2010

A Embrapa e o Laboratório Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol (CTBE) assinaram um acordo de cooperação para desenvolver pesquisas na fase inicial da cadeia de produção do etanol, a lavoura.

O termo de cooperação foi firmado durante a cerimônia de inauguração do CTBE , na sexta-feira (22/01), em Campinas (SP) e tem como um de seus objetivos o de contornar os entraves agrícolas que impedem o aumento da produção brasileira de etanol.

Um dos principais programas a serem desenvolvidos no âmbito dessa parceria é o de "Mecanização de baixo impacto para o plantio direto de cana-de-açúcar", que pretende reunir ferramentas da agricultura de precisão e da tecnologia de informação para a prática do plantio direto de cana-de-açúcar.

Na técnica do plantio direto não é feito o revolvimento da terra, o que ajuda a preservar a cobertura vegetal após o plantio e a manter as propriedades bioquímicas do solo aumentando a sua longevidade e a produtividade do canavial.

Esse trabalho deverá desenvolver um novo equipamento para a cultura da cana-de-açúcar, uma máquina com um vão livre de 12 metros de largura e 2 metros de altura chamada de Estrutura de Tráfego Controlado (ECT).

Concebida para causar o menor impacto possível sobre o solo, a ECT fará todos os trabalhos envolvidos na cultura da cana do plantio à colheita. Seu trajeto será programado de modo a minimizar o tráfego de máquinas no canavial, que deverá ser reduzido dos atuais 60% para menos de 10% da área plantada.

Nesse processo, o CTBE deverá colaborar com o projeto e a engenharia envolvida na construção da ECT e a Embrapa com ferramentas de TI além de conhecimento técnico e científico relacionados à agricultura. Depois de pronta, a máquina será testada pelos pesquisadores, que avaliarão os impactos e a produtividade trazidos pela tecnologia.

Mais informações: www.bioetanol.org.br

Agência FAPESP - http://www.agencia.fapesp.br