Notícia

Folha de S. Paulo

Embrapa cria "língua eletrônica"

Publicado em 22 março 2002

Por REINALDO JOSÉ LOPES - FREE-LANCE PARA A FOLHA
Uma pesquisa coordenada pela Embrapa de São Carlos (SP) desenvolveu um equivalente eletrônico da língua humana, mas com sensibilidade até dez vezes maior. O aparelho, que já está patenteado e pode chegar ao mercado daqui a três anos, promete agilizar testes de qualidade em vinhos, café, sucos e outros produtos, além de detectar agrotóxicos ou outras substâncias nocivas na água. Luiz Henrique Capparelli Mattoso, 40, explica que o termo "língua eletrônica" não é só uma frase de efeito. "Os conceitos que a gente está usando [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.