Notícia

Revista Flap

Embraer e Boeing assinam acordo para programa de biocombustíveis no Brasil

Publicado em 28 outubro 2011

As empresas Boeing, Embraer e FAPESP anunciaram uma carta de intenção para colaboração em pesquisa e desenvolvimento de biocombustíveis para aviação, que representa um importante passo para a criação no Brasil de uma indústria de biocombustível sustentável de aviação. As companhias aéreas Azul, Gol, TAM e TRIP atuarão como consultoras estratégicas do programa. As duas fabricantes estão focadas em desenvolver biocombustíveis sustentáveis para aviação produzidos a partir de fontes renováveis que não estabeleçam competição no uso da terra e de recursos hídricos com culturas voltadas para alimentação, em regiões vulneráveis. As empresas buscam conciliar os interesses da agricultura, dos pesquisadores acadêmicos, dos especialistas ambientais, refinarias e empresas aeroespaciais de todo o mundo para estabelecer a infraestrutura local necessária para desenvolver uma indústria de biocombustíveis sustentável e economicamente viável. Em 2008, a FAPESP anunciou um amplo programa de pesquisas em bioenergia chamado BIOEN, por meio do qual a Fundação apóia mais de 300 cientistas do Brasil e de outros 11 países, além de estudantes e pós-doutorandos. As pesquisas do BIOEN abrangem a produção de biomassa e de biocombustíveis, seu uso e sustentabilidade. 28/10/11