Notícia

Tribuna Impressa

Embraer: Audiência debate compra de caças pela Força Aérea

Publicado em 16 outubro 2001

Por Carlos Corrêa
A Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara dos Deputados vai realizar nesta quinta-feira, audiência pública para debater a renovação da frota de caças da Força Aérea Brasileira. Convocada pelo deputado federal Marcelo Barbieri (PMDB), a audiência está marcada para as 10h. O parlamentar afirma que o debate é necessário em decorrência da abertura de licitação, pelo Ministério da Defesa, destinada ao reaparelhamento da Força Aérea. O governo brasileiro deve investir cerca de US$ 3,5 bilhões na compra de novos caças e Barbieri defende que sejam dadas condições à brasileira Embraer de concorrer em igualdade com as fabricantes estrangeiras que também devem participar do processo. De acordo com o deputado, além da Embraer, seis empresas (duas americanas, duas russas, uma italiana, uma sueca) estão interessadas em participar do processo de concorrência internacional, que foi batizado de Projeto F-XBR. "Num momento de crise do mercado mundial de aviação, o governo brasileiro deve se preocupar com a manutenção do emprego dentro do nosso país, acredito que o governo dos países onde estão localizadas as empresas concorrentes pense do mesmo jeito", argumenta. A Embraer pretende desenvolver a produção dos jatos para a Aeronáutica (Projeto F-XBR) no Pólo Aeronáutico de Gavião Peixoto. Para fortalecer sua posição, a empresa fez parceria com a empresa francesa Dassault, fabricante dos aviões de caça Mirage, no processo de licitação. Com a tecnologia dos franceses, a empresa pretende ganhar no preço, qualidade e prazo de entrega. Foram convidados para a audiência pública representantes da Confederação Nacional da Indústria (CNI), diretores da Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapesp), e representantes da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abjmaq), das centrais sindicais, do Instituto de Estudos Estratégicos da Unicamp e da imprensa.