Notícia

O Estado de S. Paulo

Em SP, bairro também faz a diferença para os mais pobres

Publicado em 08 setembro 2005

Por Edney Cielici Dias
Livro do Cebrap mostra que morar em áreas mais ricas aumenta o acesso da população de baixa renda a serviços públicos Duas visões da desigualdade em São Paulo: homens pobres da periferia têm menos chances de concluir o ensino médio (19,9%) do que mulheres pobres da mesma região (34,4%), e menos ainda do que as que habitam áreas mais ricas (42,4%). Por outro lado, morar na Favela Paraisópolis, situada em uma região com mais dinamismo econômico e estrutura assistencial, é mais vantajoso do que residir em um conjunto residencial na [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.