Notícia

Folha.com

Em autobiografia, físico mescla sua história com a da ciência no Brasil

Publicado em 27 março 2017

Por Reinaldo José Lopes
"Berra mais que um gramofone de italiano, mas tem boa saúde", escreveu o delegado Júlio Cezar de Cerqueira Leite à sogra em 14 de julho de 1931, para anunciar o nascimento de seu primeiro e único filho, que recebeu o nome de Rogério. O bebê de voz potente cresceu, tornou-se uma das figuras mais ativas e influentes da comunidade científica brasileira e, prestes a completar 86 anos, decidiu publicar sua autobiografia. "Um Aprendiz de Quixote: Memórias de um Arruá" (Verbena Editora) é um registro informal, bem-humorado e quase sempre [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.