Notícia

Carta Capital

Eles disseram Não

Publicado em 14 setembro 2005

No Brasil de hoje, ser um jogador de futebol de sucesso quase sempre significa emigrar, em geral, para a Europa. Todos os anos, os torcedores despedem-se de seus maiores ídolos, que, como o ex-santista Robinho, são atraídos por propostas financeiras "irrecusáveis". O êxodo não se limita aos craques. De 2003 a abril deste ano, 2.026 jogadores de clubes que disputam as três séries do Campeonato Brasileiro foram vendidos para o exterior. No grupo de elite, uma rara exceção se destaca: o goleiro Marcos Roberto Silveira Reis, de 32 anos, [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.