Notícia

Mais Soja

Efeito de restos culturais de milho com coberturas vegetais e adubação nitrogenada sobre componente de produção e produtividade do trigo em Sistema Plantio Direto

Publicado em 26 agosto 2017

Autores: Letícia M. Martins2, Orivaldo Arf3, Salatiér Buzetti3, Marco E. de Sá3, Marlene C. Alves3, Ricardo F. Rodrigues3

O uso de adubação verde em parceria com a adubação nitrogenada tem ganhado destaque dentro do Sistema Plantio Direto.

Assim, o objetivo do trabalho foi estudar o efeito do milho solteiro e consorciado com quatro plantas de cobertura no desenvolvimento e produtividade do trigo. O experimento foi realizado no ano agrícola 2015/16, no Município de Selvíria (MS).

O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, em esquema fatorial 5×4 com quatro repetições. Os tratamentos utilizados foram constituídos pela combinação de cinco coberturas vegetais (milho, milho + Crotalaria spectabilis, milho + guandu, milho + feijão-de-porco, e milho + Urochloa ruziziensis) em semeadura simultânea com quatro doses de nitrogênio em cobertura (0, 40, 80 e 120 kg ha-1). Foram avaliados os principais componentes de produção e a produtividade do trigo.

Com base nos resultados obtidos, concluiu-se que a utilização de restos vegetais de milho + guandu apresentaram produtividade e massa hectolítrica superiores aos demais tratamentos, igualando-se à produtividade obtida no tratamento milho + feijão de porco; a produtividade máxima foi obtida com a aplicação de 74 kg ha-1 de nitrogênio em cobertura, havendo influência positiva das doses de nitrogênio avaliadas em relação à produtividade de grãos de trigo.

Palavras-chave: Triticum spp., doses de nitrogênio, adubo verde.

Órgão Financiador: Fapesp – Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo.

Informações dos autores:

1Projeto de Pesquisa financiado pela Fapesp;

2Graduanda do Curso de Agronomia da Unesp – Ilha Solteira;

3Professores doutores da Universidade Estadual Paulista .

Disponível em: Anais 15º Encontro Nacional de Plantio Direto na Palha, Palha, Ambiente e Renda. Santo Antônio de Goiás, GO. 2016.