Notícia

Mikami Environmental Blog

EDITORIAL / NOSSA OPINIÃO # EDITORIAL / OUR OPINION

Publicado em 01 agosto 2019

Parabéns Ministro Celso de Mello (STF): "a reedição da MP demarcação de terras indígenas é uma afronta a Constituição", num claro recado ao Bolsonaro. E pela Constituição a demarcação das terras indígenas é competência da Funai e do Congresso Nacional. Não pode ser feito por simples decreto do presidente. E aponta “comportamento ilícito” de Bolsonaro e revela "resíduo indisfarçável de autoritarismo".

A Constituição está acima da ignorância pessoal de um governante. Os três poderes, judiciário, executivo e legislativo devem se fiscalizar um ao outro. Quando um poder se sobrepõe ao outro, temos um governo autoritário, mais conhecido como "ditadura".

Hoje Bolsonaro comentou que o "programa mais médicos" era um projeto de Cuba para formar núcleos de guerrilhas no Brasil. Esta afirmação de Bolsonaro é uma grande mentira e se houver alguém digno, poderá entrar com um pedido de impeachment. Na melhor das hipóteses é uma piada de mau gosto. Demonstra sua total ignorância e ausência de caráter! FIM DA PICADA!

É muito triste também, observar, o governo Bolsonaro jogar no lixo, o Meio Ambiente, a Ciência, a estatística e os fatos indesmentíveis de que houve um brutal aumento do desmatamento no Brasil. Hoje postamos um artigo enviado pela FAPESP em que o notável cientista Carlos Nobre mostra o brutal aumento do desmatamento da Amazônia e suas consequências. Para o governo Bolsonaro o Meio Ambiente é um estorvo, como dizia Dilma Rousseff, igualzinhos, quando o mundo inteiro sabe que é o Meio Ambiente que promove o desenvolvimento econômico e social. LAMENTÁVEL!

Bolsonaro quer a todo custo autorizar mineradoras a entrar em terras indígenas e os garimpeiros também. O primeiro ato desta vontade de Bolsonaro em criar novas "serras peladas" (a pior forma de garimpo, que nada de positivo trouxe, pior, só trouxe a degradação humana e ambiental) foi a invasão de garimpeiros em terras indígenas e o assassinato de um cacique. Lembrando que para entrar em terras indígenas para produzir alguma coisa, incluindo mineração, pela Constituição, a autorização compete ao Congresso Nacional e as comunidades indígenas locais, não cabe um decreto do presidente autorizar mineradoras e garimpeiros.

EDITORIAL / OUR OPINION

Congratulations Minister Celso de Mello (STF): "The reissue of the MP demarcating indigenous lands is an affront to the Constitution", in a clear message to the Bolsonaro. And by the Constitution the demarcation of indigenous lands is the responsibility of Funai and the National Congress. It cannot be done by simple decree of the president. It points to Bolsonaro's "illicit behavior" and reveals "an undisguised residue of authoritarianism."

The Constitution is above the personal ignorance of a ruler. The three powers, the judiciary, the executive, and the legislature must be supervised. When one power overlaps the other, we have an authoritarian government, better known as "dictatorship."

Today Bolsonaro commented that the "more medical program" was a Cuban project to form guerrilla centers in Brazil. This statement from Bolsonaro is a big lie and if there is someone worthy, you can file an impeachment request. At best it is a bad joke. Demonstrate your complete ignorance and lack of character! END OF THE PINK!

It is also very sad to note, the Bolsonaro government throwing in the trash, the Environment, Science, statistics and the undeniable facts that there has been a brutal increase in deforestation in Brazil. Today we post an article sent by FAPESP in which the remarkable scientist Carlos Nobre shows the brutal increase in Amazon deforestation and its consequences. For the Bolsonaro government, the environment is a hindrance, as Dilma Rousseff used to say, when the whole world knows that it is the environment that promotes economic and social development. UNFORTUNATE!

Bolsonaro wants at all costs to allow miners to enter indigenous lands and the miners too. The first act of Bolsonaro's desire to create new "naked mountains" (the worst form of gold mining, which nothing positive brought, worse, only human and environmental degradation) was the invasion of gold miners on indigenous lands and the murder of a Chief. Recalling that to enter indigenous lands to produce something, including mining, under the Constitution, authorization is the responsibility of the National Congress and local indigenous communities, it is not a decree by the president to authorize miners and prospectors.