Notícia

Diário do Grande ABC online

Ecstasy: gato por lebre

Publicado em 23 fevereiro 2015

Por Wilson Marini
Jovens do interior paulista e da região metropolitana da Capital que turbinam suas baladas usando comprimidos da droga ecstasy podem estar comprando ‘gato por lebre’ sem saber e aumentando o potencial de riscos, segundo estudo da Superintendência da Polícia Técnico-Científica de São Paulo. Menos da metade (44,7%) das drogas sintéticas apreendidas no Estado contêm o princípio ativo do ecstasy, a 3,4-metilenodioximetanfetamina, conhecida como MDMA, enquanto 20 outras substâncias ativas diferentes estão presentes nos comprimidos [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.