Notícia

Portal da Cidade de Ribeirão Preto

Ecossistema empreendedor de Ribeirão Preto compreende 175 startups

Publicado em 18 julho 2019

O ecossistema empreendedor de Ribeirão Preto conta, hoje, com 175 startups ativas: a maior parte das empresas são atuantes nas áreas de Tecnologia da Informação e Saúde, ambas representando 29,7% das empresas, seguidas pelas atuantes em Educação (11,4%) e Agronegócio (10,3%).

Os dados são do Mapeamento do Ecossistema de Inovação realizado pelo Supera Parque de Inovação e Tecnologia, divulgado nesta quinta-feira, 18 de julho, durante a programação do Inova Ribeirão. O estudo tem como objetivos fomentar a inovação, incentivar o desenvolvimento e a conexão de pessoas e fortalecer o ecossistema de negócios da cidade e região.

“O mapeamento é uma forma de conhecer quais são as empresas que estão gerando inovação na cidade e identificar quais as áreas de atuação estão em desenvolvimento. Ribeirão Preto esteve sempre muito voltada para a área da saúde, entretanto, entendemos que existe um crescimento significativo de outros setores nos últimos anos, principalmente em setores como o agronegócio e a educação”, explica Eduardo Cicconi, gerente do Supera Parque.

“Conhecer quem são e quais as áreas de atuação dessas empresas é importante para pensar em novas políticas de incentivo para o desenvolvimento dos setores, além de ações que sejam capazes de colocar todas em uma mesma página, atraindo e gerando novos negócios para as empresas e para a cidade”, ressalta. As demais áreas de atuação contempladas no estudo são: Finanças (9,1%), Varejo e Marketing (8,6%) e Biotecnologia (5,7%).

Para o estudo 225 startups foram analisadas e 175 classificadas com base nos seguintes critérios: ter um site ativo, ser de base tecnológica, ter tempo de vida inferior a dez anos e produto e/ou serviço escalável. “Levamos em consideração o conceito de que uma startup é uma empresa que faz uso intensivo de tecnologia e que tem como característica a inovação de seus produtos e serviços, que podem ser escaláveis e replicáveis para grande número de pessoas e em curto espaço de tempo”.

“Ecossistema”

Ribeirão Preto se destaca como ambiente propício para o desenvolvimento de negócios de base tecnológica. A cidade conta com mais de 50 programas de pós-graduação, é sede da Universidade de São Paulo, do Supera Parque de Inovação e Tecnologia, de duas aceleradoras de empresa – o Sevna Startups e a Pluris Aceleradora, e conta ainda com um capítulo do Founder Institute.

“A cidade está entre as que mais aprovam projetos em empreendedorismo de alto impacto. As empresas de Ribeirão estão classificadas no ranking das que mais receberam verbas do programa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas da Fapesp”, diz.

O Supera Parque de Inovação e Tecnologia de Ribeirão Preto, gerido pela Fipase, é resultado de uma parceria entre Universidade de São Paulo (USP), prefeitura de Ribeirão Preto e Secretaria de Desenvolvimento do Estado de São Paulo. Instalado no campus da USP local, o parque abriga a Supera Incubadora de Empresas.

Também abriga o Supera Centro de Tecnologia, a associação do Arranjo Produtivo Local (APL) da Saúde, o Polo Industrial de Software (PISO), além do Supera Centro de Negócios. Ao todo, são 78 empresas instaladas no parque, sendo 58 delas na Supera Incubadora de Base Tecnológica, doze empreendimentos no Centro de Negócios e oito na aceleradora Sevna Startups.

Essa notícia também repercutiu nos veículos:
Tribuna (Ribeirão Preto, SP) Tribuna (Ribeirão Preto, SP) online