Notícia

Inovação Aberta

Ecossistema de São Carlos conta com 179 startups

Publicado em 06 janeiro 2021

Se um ecossistema de inovação é movido a capital humano, a cidade de São Carlos tem potencial para se destacar neste processo. Com um doutor a cada 100 habitantes. a cidade conta com 179 startups, de acordo com o Report Sanca Hub, levantamento produzido pela comunidade de empreendedorismo digital da cidade.

De acordo com Victor Azouri Bermudes, fundador e CEO da Onii, uma das empresas mantenedoras do projeto, o report tem o objetivo de facilitar a conexão entre startups, empresas, grupos, iniciativas, pessoas e projetos, gerando inovação e oportunidades de negócio. “São Carlos está crescendo muito rápido já há alguns anos e as iniciativas de inovação já são bastante robustas. Entendo que as grandes empresas já perceberam que a descentralização das atividades para polos no interior é uma alternativa inteligente e esse nosso movimento de união e organização só tende a acelerar ainda mais esse processo”.

O setor mais representativo do ecossistema da cidade é o de tecnologia da informação, com 22,3% das startups. Em seguida estão as startups de gestão empresarial, como a Arquivei, e as de marketing, ambas com 10,6% cada.

O ecossistema também conta com 200 organizações universitárias, 28 eventos de empreendedorismo e 17 espaços de inovação e coworkings, como o ONOVOLAB, que sedia empresas como Ambar, Arquivei, Stoq, Liber Capital, Onii, XMobots® – Drones, entre outras centenas de startups. Além disso, o centro de inovação sedia ainda iniciativas de gigantes do mercado que buscam acelerar seus processos de inovação, dentre elas Banco Santander, Magazine Luiza, iFood, Serasa Experian e Amdocs.

“Temos empresas gigantescas buscando inovação em nossa cidade, startups ganhando escala e atraindo milhões em investimento. As coisas estão acontecendo de maneira cada vez mais rápida e exponencial, de modo que esse report vem para trazer visibilidade para o que está acontecendo. Quem ainda não estava por dentro, pode se inteirar do que está rolando na cidade”, afirma Anderson Criativo, CEO do ONOVOLAB e um dos mantenedores do Report.

A cidade é uma das cidades com mais investimentos do PIPE (Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas) da FAPESP, com 538 auxílios e bolsas concedidos até 2020. Este montante só é menor que o das cidades de São Paulo (1003 auxílio e bolsas) e Campinas (571 auxílios e bolsas).

Leia as últimas notícias no Inovação Aberta