Notícia

Cultivar

EBDA disponibiliza 13 laboratórios para pesquisas direcionadas à agropecuária baiana

Publicado em 31 outubro 2012

Capacitada para realizar diversos tipos de análises e pesquisas voltadas para o desenvolvimento da agropecuária baiana, a Central de Laboratórios da Agropecuária (CLA), da EBDA, vinculada a Secretaria de Agricultura (Seagri), possui 13 laboratórios que prestam serviços especializados e atendem à demanda de agricultores familiares, produtores, cooperativas, associações, sindicatos e pessoas interessadas, além de auxiliar no processo de geração e transferência de tecnologias para este setor.

Com equipamentos modernos e uma equipe multidisciplinar, composta por 45 profissionais, dentre eles químicos, veterinários, biólogos, agrônomos, farmacêuticos e especialistas em ciência e tecnologia, a CLA oferece serviços nas áreas animal e vegetal, atendendo e contribuindo significativamente para obtenção de níveis satisfatórios de produtividade da agricultura, na Bahia.

“Os laboratórios da EBDA são referencial de qualidade e de serviços para o Estado da Bahia e especialmente para a agricultura familiar, setor que não dispõe, como a agricultura comercial, de condições para investir em tecnologia. Estes laboratórios dão suporte atendendo as especificidades do nosso Estado”, afirmou o presidente da EBDA, Elionaldo de Faro Teles.

A Central também é uma Unidade de Execução de Pesquisa, ou seja, desenvolve importantes estudos que fazem toda a diferença no mundo agropecuário. “Encontramos a solução para muitos problemas que podem prejudicar, radicalmente, uma lavoura ou um rebanho; temos pesquisas importantes sendo desenvolvidas na CLA, um serviço de muita relevância para a sociedade”, enfatizou o chefe da Central, Luís Lima Barbosa.

Segundo Barbosa, os 13 laboratórios da EBDA trabalham em rede, em parceria com instituições renomadas como a Embrapa, universidades federais e estaduais, CNPQ, Fapesp e órgãos do governo do estado, como a ADAB. “São instituições que têm excelentes pesquisadores. Unimos conhecimentos e forças para, juntos, desenvolvermos estudos e pesquisas que garantam resultados seguros, eficientes e eficazes para a sociedade”, complementa o chefe da CLA.

A Central, que é pensada para dar suporte a estudos e pesquisas de demandas e especificidades do agricultor familiar da Bahia, está ampliando a sua área de atuação e, em breve, inaugurará quatro novos laboratórios: Biologia Molecular, Análise de Resíduos de Agrotóxicos, Microbiologia de Alimentos e Ecologia Química. Outra novidade é a implantação do Sistema de Qualidade, que Barbosa conta: “esse será mais um diferencial, pois o sistema é feito com base em normas e procedimentos definidos por instituições de credibilidade que estão no mercado, como por exemplo, o Imetro”.

De acordo com Luís, a EBDA já possui dois laboratórios que estão no caminho para a creditação, para o ISSO IEC 17.025, que é uma norma de padrão de qualidade para laboratórios de análises químicas. “Já estão nesse processo os laboratório de Abelhas e o de Classificação de Produtos de Origem Vegetal. Na medida que tivermos a creditação estaremos igualados a laboratórios de padrão internacional, o que ampliará o nosso mercado”, complementou o chefe da CLA.

Atendimento

A Central de Laboratórios da Agropecuária recebe amostras para análise. O interessado no serviço deve dirigir-se à Recepção de Amostras da unidade, situada à Avenida Ademar de Barros, nº 967, em Ondina/Salvador, das 7h30 às 18h, de segunda a sexta-feira.

Fonte: Assessoria de Imprensa
Secretaria da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária (Seagri)