Notícia

O Globo

‘É quase impossível estudar outra droga que não seja o crack’

Publicado em 10 dezembro 2017

Por Chico Prado
SÃO PAULO — O potencial da maconha como inibidor do álcool é a mais recente descoberta de um cientista brasileiro, apontando um novo caminho a ser trilhado no combate ao crack. O estudo foi coordenado pelo biomédico e doutor em Neurologia pela Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (EPM/Unifesp), Renato Filev, de 33 anos. O pesquisador identificou no tetrahidrocanabinol (THC), componente da maconha responsável pelo “barato” causado pela planta, a capacidade de interromper o efeito do álcool em ratos. A [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.