Notícia

UNOESTE - Universidade do Oeste Paulista

Doutorado em Fisiopatologia e Saúde Animal realiza seleção

Publicado em 09 novembro 2015

O Colegiado do Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Ciência Animal, vinculado à Pró-reitoria da Pesquisa e Pós-graduação (PRPPG) da Unoeste, anuncia a seleção de alunos regulares para o doutorado em Fisiopatologia e Saúde Animal. São ofertadas nove vagas em três linhas de pesquisa, sendo cinco para clínica médica e reprodução animal; duas para doenças parasitárias, infecciosas e zoonoses; e duas para agressão tecidual e celular, imunidade e nutrição. Os interessados podem se inscrever até o dia 20 deste mês.

O edital de seleção dos candidatos encontra-se disponível no site da universidade, para os quais estão estabelecidas as seguintes datas: 1º de dezembro – prova de inglês, dia 2 apresentação oral do pré-projeto de pesquisa e dia 3 as entrevistas. O resultado será conhecido no dia 14 do mesmo mês, com a matrícula de 1º a 5 de fevereiro de 2016 e aulas a partir do dia 23 de março, conforme definições do colegiado e da coordenação do programa, pela qual respondem os doutores Renata Navarro Cassu (coordenadora) e Rogério Giuffrida (vice).

Graduada e mestre pela Unoeste, a bióloga Camila Dutra Souza ingressou no começo deste ano na primeira turma do programa. Na condição de bolsista do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CNPq/Capes) dedica-se exclusivamente ao doutorado e desde o mestrado tem se empenhado na pesquisa e no preparo para construir carreira acadêmica. Entende que a qualidade do doutorado possibilitará que esteja preparada para dar aulas.

Através da disciplina Docência Orientada é que exercita aulas na graduação, mas esclarece que o doutorado em Fisiopatologia e Saúde Animal é muito dinâmico, com a valorização do envolvimento em eventos científicos, as aulas obrigatórias e optativas, o desenvolvimento do autodidatismo e a produção do projeto científico, entre outras atividades. Camila está terminando o cadastro de seu projeto na Coordenadoria Central de Pesquisa (CCPq) e na Plataforma Brasil, para buscar o auxílio junto à Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

Inserida na linha de pesquisa sobre reprodução animal, em projeto orientado pelo Dr. Marcelo George Mungai Chacur, estuda a termografia em touros e as influências das estações do ano em procedimentos reprodutivos. Empolgada com a qualidade proporcionada pelo doutorado, a bióloga já pensa no pós-doutorado na própria Unoeste, quando pretende conciliar a pesquisa com a vida acadêmica.

Serviço – Mais informações e inscrições no site da Pós Unoeste