Notícia

Agrosoft

Doutorado direto em imunopatogênese da malária na Unicamp

Publicado em 17 fevereiro 2020

 

No Laboratório de Doenças Tropicais, bolsista vai estudar as alterações endoteliais causadas pela doença; objetivo é identificar novos alvos terapêuticos (foto: felixioncool / Pixabay)

Uma Bolsa FAPESP de Doutorado Direto está disponível para o Projeto Temático “Desenvolvimento de novas ferramentas para busca e validação de alvos moleculares para terapia contra Plasmodium vivax”, desenvolvido no Laboratório de Doenças Tropicais da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

O prazo de inscrição vai até 1º de março de 2020.

O objetivo do grupo é estudar alterações endoteliais na patogênese da malária.

Os candidatos devem ter graduação em biologia, medicina, farmácia ou áreas afins. Exige-se também experiência em imunologia, biologia molecular, cultura de células e citometria.

Interessados devem enviar currículo atualizado, lista de técnicas laboratoriais às quais o candidato está familiarizado, cópia do diploma de graduação e carta de recomendação de um profissional com quem tenha trabalhado para o e-mail do professor Fabio Trindade Maranhão Costa (fabiotmc72@gmail.com).

A seleção será feita com base na análise dos documentos e em entrevista por Skype dos pré-selecionados. O resultado será informado por e-mail.

Mais informações sobre a vaga em: www.fapesp.br/oportunidades/3398.

A bolsa de Doutorado Direto fornecida pela FAPESP tem duração de 48 meses e valor mensal de R$ 2.043,00 no primeiro ano, R$ 2.168,70 no segundo ano, R$ 3.010,80 no terceiro ano e R$ 3.726,30 no quarto ano. Um auxílio financeiro equivalente a 30% do valor anual da bolsa será concedido para despesas diretamente relacionadas às atividades de pesquisa. Os requisitos e benefícios estão disponíveis em fapesp.br/bolsas/dd.

Outras vagas de bolsas, em diversas áreas do conhecimento, estão no site FAPESP-Oportunidades, em www.fapesp.br/oportunidades.

FONTE

Agência FAPESP

Fonte: Fapesp