Notícia

Jornal do Comércio (RS)

Dossiê discute os efeitos da pandemia em São Paulo

Publicado em 01 julho 2020

Por Matheus Souza | Jornal da USP

Já se sabe que, por onde passa, a pandemia de covid-19 tem efeitos distintos dependendo das caracteristicas políticas, socioeconômicas e geográficas de cada local. Para compreender um fenômeno tão complexo, é preciso analisá-lo a partir de diferentes perspectivas. Foi com essa intenção que o MacroAmb, projeto temático da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) que pesquisa governança ambiental na macro metrópole paulista, lançou o Dossiê Covid-19. Coordenado pelo professor Pedro Roberto Jacobi, do Instituto de Energia e Ambiente (IEE) da Universidade de São Paulo (USP), o MacroAmb reúne pesquisadores de diferentes instituições e áreas do conhecimento. O dossiê recém-lançado é uma nova edição do caderno Diálogos Socioambientais na Macro metrópole Paulista, que reúne uma série de artigos em torno de um tema selecionado.

A publicação busca discutir os efeitos que a pandemia pode causar principalmente em relação às questões que fazem parte da realidade da macro metrópole. Este aglomerado urbano compreende as regiões metropolitanas de São Paulo, Baixada Santista, Campinas, Sorocaba, Vale do Paraiba, Campinas e outros locais, totalizando 174 municipios e uma população de 22 milhões de pessoas. Trata-se de uma das regiões mais importantes economicamente para o Brasil, e sua área está interligada por fatores como bacias hidrográficas, comércio, infraestrutura, vias de transporte, questões urbanas e desigual dade social todos importantes para entender como a covis-l9 se propaga. Como explica o professor Jacobi, o dossiê foi elaborado a partir de convites a estudiosos de temas relacionados à macro metrópole. Todo o material foi preparado em um mês, a partir do início de abril, que foi quando os integrantes do MacroAmb decidiram produzir a edição especial abordando a covid-19. (Jornal da USP)