Notícia

Brasil Agora

Doria anuncia investimento de cem milhões de reais pela FAPESP para a Amazônia

Publicado em 02 novembro 2021

Por brasilagora

O governador João Doria anunciou nesta segunda-feira (1), na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-26), em Glasgow, na Escócia, o projeto Amazônia 10, que prevê um investimento de cem milhões de reais em estudos sobre a preservação da Região Amazónica. La iniciativa prevê uma ação conjunta entre São Paulo e os nove estados da Amazônia Legal (Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins) com recursos obtidos por meio da FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

“Viemos à COP-26 para reafirmar nosso compromisso com os problemas ambientais. O SP é o único estado que ampliou a copa das plantas locais em 5% em mais de sete anos ”, disse o governador. “Embora não seja um bioma de São Paulo, SP é um componente do Brasil e por isso destinamos R $ cem milhões à FAPESP para serem usados ??em estudos, progressão e cobertura do meio ambiente na região amazônica”, afirmou. concluído. enfrentar situações exigentes em 4 grandes espaços: conservação da biodiversidade e reposição do clima; cobertura de populações e comunidades clássicas; situações urbanas exigentes na Amazônia legal; a bioeconomia como política de progressão econômica. Os recursos podem chegar a R $ 500 milhões por meio de iniciativas pessoais, governos e organizações estrangeiras. “O objetivo é divulgar o ecossistema clínico e tecnológico da Amazônia legal, portanto a inscrição no parecer estará vinculada à participação de pelo menos um pesquisador ou instituto da região. A COP é uma oportunidade para atrair potenciais doadores estrangeiros interessados ??na preservação e no progresso sustentável da região amazônica que queiram se inscrever neste estudo ”, disse a secretária Patricia Ellen. Projeto + 10, Doria também destacou uma série de movimentos primários na caixa do meio ambiente, já em andamento no estado de SP, como o Refloresta-SP, o ICMS Ambiental e o Convênio de São Paulo. ‘Infraestrutura e Meio Ambiente Meio Ambiente, Marcos Penido, pressiona a importância da Refloresta SP, que abastece a recanopia de aproximadamente 1,5 milhão de florestas locais. “Nosso programa de replantio é essencial para lidar com interrupções como substituição climática e segurança hídrica em nosso estado. O Refloresta SP cumpre a COP26 ”, disse Penido. Refloresta-SPO O Refloresta SP foi criado através do governo de SP com o objetivo de recanopiar 1,5 milhão de hectares de usinas locais até 2050. É o maior programa de reflorestamento do país, com investimento de duzentos milhões de reais do governo paulista. 2012) e centra-se na composição em espaços não passíveis de recuperação obrigatória e que não sejam ocupados por atividades económicas forjadas, como é o caso de beyondres com baixa capacidade agrícola. Acordo Ambiental O Acordo Ambiental de São Paulo visa inspirar o compromisso voluntário de redução das emissões de gases de efeito estufa. A iniciativa foi criada em 2019 pelo governo de SP, sob a liderança da CETESB (Empresa Ambiental e do Estado de São Paulo), com o objetivo de confirmar o compromisso do Estado de São Paulo com o esforço externo para envolver o aquecimento global abaixo de 1,5 ° C. Atualmente, mais de 800 entidades, empresas e municípios se cadastraram e o objetivo do governo de SP é aumentar gradativamente esse número. A adesão, para empresas, associações e municípios, é voluntária e será automaticamente renovada até 2030. O Acordo visa induzir a redução de GEE nos próximos 10 anos e inspirar a implementação de novas tecnologias e soluções de ponta, destacando o papel impulsionador dos Estado na agenda meteorológica. ICMS Ambiental Em setembro de 2021, o governador João Doria assinou o decreto que regulamenta o novo ICMS ambiental (Lei 17. 348 / 21). A lei altera a regulamentação do repasse de recursos aos municípios, com distribuição por performance. A iniciativa vai reconhecer e aproveitar municípios comprometidos com a preservação do meio ambiente e com a adoção de movimentos que visem o progresso sustentável. Haverá 4 eixos principais: preservação da biodiversidade, recuperação da biodiversidade, segurança hídrica e produção de energia e gestão de resíduos forjados.

 

Essa notícia também repercutiu nos veículos:
TV Cultura Cruzeiro do Sul SBT Interior Portal Exame Portal da TV Cultura Organics News Brasil APAS - Associação Paulista de Supermercados Portal Bauru Notícias Cidade Azul Notícias SBNotícias Mundo Lusíada Jornal Expresso Diário Folha Livre News Notícia de Limeira Universo Notícias Ata News Folha do Meio Ambiente Jornal Joseense News Correio da Manhã (RJ) Rondônia Agora RP10 SBT News TV Mais Portal R3 Pauta Brasil Agora TS RW Cast Prime Time Zone (EUA) Revista Cenarium online Agência de Notícias – Defesa Portal do Governo do Estado de São Paulo Mix Vale FEDAP - Fundação de Estudos para o Desenvolvimento da Administração Pública Agora TS Gazeta Costa Sul Hora PR Garanhuns Notícias Valor Amazônico Mundo e Negócios FEDAP - Fundação de Estudos para o Desenvolvimento da Administração Pública Diário Regional (Diadema, SP) online Campo Belo em Foco DF Agora Blog do Welbi Benefícios News Oeste Ao Vivo Oeste 360 Relato News Revista Interativa Portal do Governo do Estado de São Paulo Portal de Notícias Virou Manchete SBT News Band Jornalwebdigital JW News - Jornal Web News Estratégia ESG Portal Você Online Brasil Amazônia Agora Jornal de Jundiaí online Política em Foco MT Estadão Mato Grosso online ABC do ABC Política Real Nosso Goiás Cruzeiro do Sul online Beto Ribeiro Repórter Benefícios News BNC Amazonas Pauta Brasil Gazeta Costa Sul Correio do Povo (Porto Alegre, RS) online Garanhuns Notícias Hora PR Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo A Crítica (MS) online Jornal do Dia (Amapá) O Juruá Em Tempo ContilNet Notícias 180 Graus Metropóles The World News (Ucrânia/Brasil) O Imparcial (Presidente Prudente, SP) Embassy