Notícia

O Estado de S. Paulo

Dois malditos, duas obras-primas

Publicado em 02 setembro 2007

Por Eliane Robert Moraes
As Flores do Mal e Madame Bovary, de Baudelaire e Flaubert, completam 150 anos de crítica social Quando Charles Baudelaire enviou um artigo sobre Madame Bovary para o jornal literário L'Artiste, publicado em outubro de 1857, ele pretendia bem mais que comentar o livro. Além de tornar manifesta sua opinião favorável sobre o romance, o texto mandava um recado explícito aos censores que haviam processado a ele e a Gustave Flaubert naquele mesmo ano por ofensa à moral, aos bons costumes e aos princípios religiosos.Num intervalo de apenas [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.