Notícia

Agência Pará

Divulgação de projetos inovadores em ciência e tecnologia é destaque na Feira Pará Negócios 2015

Publicado em 02 novembro 2015

Data da Pauta:

02/11/2015 15:00:00

Expira em:

08/11/2015 23:00:00

Local:

Hangar Centro de Convenções e Feiras da Amazônia

Endereço:

Av. Dr. Freitas. s/n - Marco - Belém- Pará

Contatos:

Helen Barata - 3323-2561 / 9 8234-1503 / 9 8429-9691

Com uma série de atividades dentro da programação da Feira Pará Negócios 2015, a Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas do Pará (Fapespa) e a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia, Educação Técnica e Tecnológica (Sectet) estarão com um estande repleto do que há de mais inovador em Ciência, Tecnologia na feira multissetorial que será realizada de 5 a 8 de novembro, no Hangar Centro de convenções da Amazônia.

Apoiadas pelo programa Tecnova, por meio da parceria entre a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), a Fapespa e a Sectet, cerca de 13 startups paraenses apresentarão ao público os resultados dos projetos desenvolvidos para a sociedade com produtos feitos a partir de conceitos de tecnologia de Informação e comunicação, bionegócios, sustentabilidade ambiental, entre outras áreas de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I).

Um desses projetos é o Smartbus, uma plataforma para gestão do transporte público, composto por hardware, sistema web e aplicativo mobile. O equipamento instalado nos ônibus consiste num sistema de análise da qualidade do serviço prestado pelas empresas de transporte público, que permitirá ao Governo um controle sobre a mobilidade urbana, provendo um serviço de maior qualidade. O equipamento permite, também, a veiculação de publicidade interna nos veículos, gerando uma nova fonte de receita para as empresas. Além disso, com o aplicativo mobile, todos os usuários terão acesso em tempo real sobre os ônibus e suas rotas e, desta forma, o aplicativo contempla tanto o poder público, a iniciativa privada e, principalmente, os cidadãos.

Outro projeto que estará em exposição é o de desenvolvimento de biomembranas chamadas Amazônia Skin, que auxiliam na recuperação das funções normais de tecidos e órgãos lesionados, a partir de compostos bioativos extraídos de plantas da floresta amazônica. As biomembranas produzidas atenderão a institutos ou empresas de pesquisas e hospitais de alta complexidade das redes municipais, estaduais, federais e iniciativa privada.

Para a área de educação, o projeto que agrega na coleção "O Sapinho Guloso, uma nova geração de livros paradidáticos digitais interativos. Pronto para uso nas escolas de Ensino Fundamental, o produto traz uma série de livros digitais de atividades interativas, envolvendo a história, focadas em um processo de alfabetização que integra Língua Portuguesa, Matemática, Ciências, Saúde e Meio-Ambiente.

Seminário e palestras

Além do pavilhão de Feiras do Hangar, haverá uma programação técnica com cerca de 70 atividades, entre elas o seminário “Inovação Tecnológica: avanços e perspectivas do novo código de Ciência, Tecnologia e inovação no Brasil”, palestras e uma rodada de negócios com agentes financeiros, instituições públicas e empresas do Tecnova.

O seminário será realizado nesta sexta-feira, 6, com o objetivo de ampliar as discussões referentes ao Projeto de Lei 2.177/11, que trata da instituição do Código Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação no País, haverá uma palestra sobre a temática com a procuradora da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), Maria Cristina Leftel, e na sequência uma mesa redonda com a participação do titular da Sectet,  Alex Fiúza de Mello, o reitor da Universidade Federal do Pará (UFPA), Carlos Maneschy, o reitor da Universidade do Estado do Pará (Uepa) , Juarez Quaresma, e tendo como  mediador dos debates, o presidente da Fapespa, Eduardo Costa.

Ainda será apresentado, no seminário, o resultado de uma parceria entre a Fapespa e a Sectet com o lançamento do Observatório da Ciência e Tecnologia e Inovação (CT&I) do Estado Pará, que visa articular a interação entre as instituições de pesquisa, o setor empresarial e o poder público, identificando demandas e oportunidades em CT&I para o desenvolvimento econômico e socioambiental do estado.

Para falar sobre as alternativas para contornar a crise econômica, o presidente da Fapespa, Eduardo Costa, fará uma palestra com o tema “A criatividade e a importância da quebra de paradigmas”, sendo um dos pontos abordados o estímulo à produção de conhecimento e da transferência de tecnologia à sociedade por meio da ciência, tecnologia e inovação.