Notícia

Esteta

Dirigentes da FAPESP reúnem-se com ministro da Ciência e Tecnologia argentino

Publicado em 09 abril 2015

Por Samuel Antenor, da Agência FAPESP

O presidente da FAPESP, Celso Lafer, e o diretor científico da Fundação, Carlos Henrique de Brito Cruz, estiveram no dia 7 de abril no Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação Produtiva (MINCyT) da Argentina, em Buenos Aires, em encontro com o ministro da pasta, Lino Barañao.

O encontro antecedeu a abertura da FAPESP Week Buenos Aires, que ocorre entre os dias 8 e 10 abril na capital argentina.

Na pauta de discussões esteve a ampliação da colaboração em pesquisa entre instituições de ensino e pesquisa da Argentina e do Estado de São Paulo, pano de fundo da conferência.

O ministro Barañao falou aos dirigentes da FAPESP sobre o funcionamento do sistema de ciência, tecnologia e inovação argentino, que passou por importantes mudanças nos últimos sete anos, desde que foi criado o ministério.

De acordo com Barañao, o crescente investimento em pesquisa científica e tecnológica na Argentina faz existir atualmente no país uma preocupação com a internacionalização da pesquisa e seus resultados, processo para o qual a integração latino-americana é imprescindível. Para ele, a ciência tem um sentido de união, uma lógica que não considera as fronteiras como limites para a integração.

“Nossa integração é estratégica, mas para que possa ocorrer precisamos mudar algumas realidades, como o fato de haver menos pesquisadores em nossas universidades públicas do que em algumas empresas. Por outro lado, precisamos saber aproveitar a criatividade dos pesquisadores latino-americanos, que sempre tiveram que fazer muito, com muito pouco”, disse o ministro.

Também os dirigentes da FAPESP falaram ao ministro argentino sobre o perfil das instituições de pesquisa no Estado de São Paulo. Eles destacaram aspectos como o sistema de financiamento e dotação orçamentária da Fundação, mecanismos de apoio à pesquisa e projetos que recebem financiamento conjunto da FAPESP com instituições internacionais.

Nesse sentido, Lafer observou que o processo de internacionalização da pesquisa promovido pela Fundação inclui, em grande medida, a colaboração com pesquisadores argentinos, salientando a diversidade de áreas em que há aproximação entre pesquisadores dos dois países, bem como o potencial de avanço para o trabalho conjunto.

A quantidade de projetos apoiados em parceria pela FAPESP e pelo Consejo Nacional de Investigaciones Científicas y Técnicas (Conicet) – principal órgão dedicado à promoção da ciência e da tecnologia na Argentina –também foi destacada por Brito Cruz.

“Como resultado de uma chamada conjunta com o Conicet, com quem a FAPESP mantém acordo de cooperação, há atualmente 39 projetos de pesquisa em andamento. Contudo, temos capacidade de ampliar esses números, por ser crescente a demanda por apoio à pesquisa conjunta e por termos condições de atendê-las, incluindo grandes projetos de pesquisa, nas mais diferentes áreas”, ressaltou Brito Cruz.

Exemplo disso é o acordo que a FAPESP, em conjunto com a USP, mantém com o próprio MINCyT. Assinado em junho de 2014, o acordo tem o objetivo de estabelecer condições para a execução do Large Latin-American Millimetric Array (LlAMA), um projeto de colaboração argentino-brasileiro que prevê a construção de um radiotelescópio de ondas milimétrica e submilimétrica, no noroeste argentino, a mais de 4.700 metros acima do nível do mar.

A expectativa é de que o projeto, quando concluído, coloque Argentina e Brasil na linha de frente da pesquisa internacional em radioastronomia. O convênio entre as instituições prevê a contribuição com recursos aproximadamente iguais e um aporte inicial em valor equivalente a US$ 17 milhões, por um período de cinco anos.

“A nós, interessa proporcionar as condições necessárias para a realização de pesquisas conjuntas, o que inclui o financiamento não apenas da pesquisa básica, mas também a viabilização da aplicação dos conhecimentos obtidos em conjunto”, disse o ministro argentino.

De Buenos Aires


Agência FAPESP