Notícia

DCI

Diretor do Google e consultor dão palestra hoje em Campinas

Publicado em 18 agosto 2009

CAMPINAS - O Grupo Unicamp Ventures realiza hoje seu quarto encontro no auditório da diretoria geral da administração (DGA), na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). O evento acontece a partir das 14h e conta com o apoio da Agência de Inovação Inova Unicamp, órgão da reitoria responsável pela proteção e transferência da tecnologia gerada na Unicamp e pelos projetos de cooperação entre a Universidade e empresas.

O evento contará com a abertura do reitor da Unicamp, Fernando Ferreira Costa e palestras de Victor Baez consultor da Netgear, especializada em planejamento estratégico, e Victor Ribeiro, ex-aluno de matemática aplicada da Unicamp e atual diretor de Produtos da América Latina do Google Brasil.

O Unicamp Ventures é a rede de relacionamento formada por empresários ex-alunos, ex-professores e empreendedores que passaram pela Unicamp. Seu objetivo é reunir empreendedores, visando integrar esta comunidade e discutir temas relevantes para o fortalecimento da rede de relacionamento de empresários e empresas nascidas da Unicamp. O grupo conta atualmente com 252 membros. O diretor executivo da Inova Unicamp, Roberto Lotufo, conta que o grupo foi criado há quatro anos. "O objetivo principal do encontro é colocar juntos os próprios empresários para conversar entre eles, mas principalmente para poder incentivar nossos alunos a não serem só empregados, a também serem empreendedores através desses belos exemplos de casos de sucesso", diz.

Incubadora

A Agência de Inovação Inova Unicamp tem 162 empresas cadastradas, oriundas da Unicamp e que geram 5.691 empregos diretos. Segundo Lotufo, a Incamp, incubadora de empresas da Unicamp possui espaço para alojar até 10 empresas e para aumentar este número de empresas, a Inova tem um projeto para construir uma incubadora maior com capacidade para abrigar 50 empresas, que deve estar pronta em dois anos. O projeto está inserido no sistema paulista de parques tecnológicos do Governo do Estado de São Paulo. "Estamos em fase de contratação da empresa para construção. Inicialmente foi licitada a empresa que fez o projeto. Agora vamos selecionar a empresa que vai construir esta incubadora", explicou Lotufo.

As empresas nascentes do projeto de incubação dependem de iniciativas e de projetos muitas vezes com verba governamental. O Brasil conta com programas que auxiliam a contratação de doutores com bolsas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), do Programa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (Pipe), da Fapesp, e da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep).