Notícia

UFPE

Direitos humanos têm novo prêmio

Publicado em 01 setembro 2008

Agência Fapesp

No ano em que se comemoram 60 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, a Organização dos Estados Ibero-Americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI), em parceria com o Ministério da Educação (MEC) e a Secretaria Especial de Direitos Humanos (SEDH) da Presidência da República, lança o Prêmio Nacional de Educação em Direitos Humanos, que conta com o patrocínio e a execução da Fundação SM.

Até o dia 6 de outubro, instituições públicas e privadas de educação básica e superior e secretarias estaduais e municipais de educação poderão inscrever trabalhos e concorrer em quatro categorias, em um total de R$ 100 mil em prêmios.

Segundo os organizadores, o objetivo do prêmio é “contribuir para a formação de uma cultura que defenda valores, atitudes e práticas sociais que respeitem os direitos dos cidadãos em todos os espaços da sociedade”. Para isso, o prêmio se propõe a identificar, reconhecer e estimular experiências no âmbito da educação que promovam os direitos humanos.

O Prêmio Nacional de Educação em Direitos Humanos terá periodicidade bienal, com duração mínima de dez anos. A primeira edição tem quatro categorias: As secretarias de educação na construção da educação em direitos humanos; A educação em direitos humanos na escola; A formação e a pesquisa em educação em direitos humanos; e A educação em direitos humanos na extensão universitária.

Os primeiros colocados em cada categoria ganharam R$ 15 mil, e os segundos, R$ 5 mil.

Mais informações e inscrições

www.educacaoemdireitoshumanos.org.br