Notícia

O Estado de S. Paulo

Dinheiro para ciência e tecnologia será retido pela União até 2010

Publicado em 04 setembro 2006

Por Cristina Amorim
Boa parte da principal fonte de recursos para gerar patentes, produtos e processos de qualidade no Brasil, baseados em pesquisa e desenvolvimento, está trancada nos cofres públicos e só será liberada no último ano da administração Luiz Inácio Lula da Silva, se reeleito. "A expectativa é zerar o contingenciamento em 2010", anunciou o ministro da Ciência e Tecnologia, Sérgio Rezende.Há mais dinheiro preso do que liberado. Até agora, a área deixou de receber R$ 3,2 bilhões acumulados, sem movimentação, de R$ 6,1 bilhões [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.