Notícia

Anoticia.org

Dieta rica em fibras previne infecções respiratórias em crianças

Publicado em 25 setembro 2019

Intestino e vírus

Inicialmente gerando ceticismo dentro da própria comunidade médica e científica, as descobertas de que as bactérias intestinais têm influência decisiva no Mal de Alzheimer e que o Parkinson pode começar no intestino e migrar para o cérebro foram cruciais para mostrar que o intestino e sua população de bactérias benéficas tem uma importância muito maior do que se imaginava há poucos anos.

Agora, pesquisadores brasileiros descobriram que uma dieta rica em fibras pode proteger as crianças contra um vírus que ataca os pulmões.

A ingestão de fibras solúveis pode proteger as crianças contra os efeitos do vírus sincicial respiratório (RSV), causador da bronquiolite, reduzindo significativamente a perda de peso, a carga viral e o infiltrado de células de defesa nos pulmões durante a infecção.

Os pesquisadores da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS) mostraram que, no intestino, as fibras são transformadas pela microbiota em ácidos graxos de cadeia curta, que atuam no pulmão ativando os receptores celulares do tipo GPR43, responsáveis pelo efeito protetor.

Segundo o professor Marco Aurélio Vinolo, os resultados levaram o grupo a requerer patente do uso dos ácidos graxos de cadeia curta e de moléculas que atuam pelo mesmo mecanismo de ação no tratamento de doenças virais.

"Identificamos uma proteína celular que estabelece a conexão entre os ácidos graxos de cadeia curta e sua ação protetora, o receptor GPR43, presente nas células pulmonares. O que patenteamos foi o uso de ácidos graxos de cadeia curta ou moléculas similares que ativam esse receptor que, por sua vez, age no combate a doenças infecciosas virais," afirmou, acrescentando que a ideia agora é conseguir parcerias para realizar os testes em humanos, uma vez que as pesquisas até agora foram feitas apenas em animais de laboratório.

Bronquiolite

A bronquiolite é caracterizada por inflamação e edema das vias aéreas, aumento na produção de muco e necrose das células epiteliais dos brônquios. Em 2017, registrou-se em São Paulo um aumento nos casos graves de crianças infectadas pelo RSV, o que despertou a atenção da comunidade médica e científica para a necessidade do desenvolvimento de terapias. Até o momento, existem apenas tratamentos paliativos, para alívio de sintomas como febre, dor no corpo e dificuldades respiratórias.

Checagem com artigo científico:

Artigo: Microbiota-derived acetate protects against breathing syncytial virus an infection via a GPR43-category 1 interferon reaction

Autores: Krist Helen Antunes, José Luís Fachi, Rosemeire de Paula, Emanuelle Fraga da Silva, Laís Passariello Pral, Adara Áurea dos Santos, Greicy Brisa Malaquias Dias, José Eduardo Vargas, Renato Puga, Fabiana Quoos Mayer, Fábio Maito, Carlos R. Zárate-Bladés, Nadim J. Ajami, Marcella Ramos Sant'Ana, Thamiris Candreva, Hosana Gomes Rodrigues, Marcio Schmiele, Maria Teresa Pedrosa Silva Clerici, José Luiz Proença-Modena, Angélica Thomas Vieira, Charles R. Mackay, Daniel Mansur, Mauricio T. Caballero, Jacqui Marzec, Jianying Li, Xuting Wang, Douglas Bell, Fernando P. Polack, Steven R. Kleeberger, Renato T. Stein, Marco Aurélio Ramirez Vinolo, Ana Paula Duarte de Souza

Publicação: Nature Communications

Vol.: 10, Article quantity: 3273

DOI: 10.1038/s41467-019-11152-6

Com informações da Fapesp e Unicamp