Notícia

BR18

Dias de chuvas com mais de 100 mm aumentam seis vezes em SP

Publicado em 06 março 2020

Por Equipe BR Político

Estudo feito por pesquisadores do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), órgão vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), mostrou que o número de dias com chuvas acima de 100 mm na cidade de São Paulo aumentou quase seis vezes entre 2000 e 2018 em comparação com as décadas de 1940 e 1960. O temporal que castigou nos últimos cinco dias municípios próximos à Capital, a menos de 100 km de distância, como Guarujá, Santos e São Vicente, deixou 28 mortes.

“Essas chuvas intensas, com duração de poucas horas e grande volume de água, com 80 ou até mais de 100 mm, têm deixado de ser eventos esporádicos. Estão acontecendo com frequência cada vez maior”, afirmou José Antonio Marengo, pesquisador do Cemaden e coordenador do estudo, à Agência Fapesp. Os dados foram reunidos a partir de registros das estações meteorológicas do IAG-USP e do Mirante de Santana, situado na zona norte da cidade.

Por outro lado, a estação seca, que costumava ficar concentrada entre abril e setembro na maior parte do Estado de São Paulo, tem durado até outubro nas últimas décadas, afirma a agência. “O número de dias secos consecutivos também aumentou gradualmente, sugerindo que os eventos de chuva intensa estão concentrados em menos dias, espaçados entre períodos mais longos de seca e de temperatura elevada”.