Notícia

Folha da Região (Araçatuba, SP)

Dia do Dentista

Publicado em 25 outubro 2018

Dia 25 de outubro foi instituído como o Dia do Dentista no Brasil. Profissional que se dedica aos cuidados da saúde humana, exerce papel fundamental quando o assunto também é sorriso, bem-estar e satisfação com a própria aparência. Os avanços na Odontologia no Brasil estão relacionados aos estudos e pesquisas liderados por profissionais da área que buscam soluções de saúde e também de estética para seus pacientes. E quando o assunto é pesquisa nessa área, um nome se destaca em Araçatuba: doutor Paulo Sérgio Perri de Carvalho, de 65 anos, sendo 41 deles dedicados à Odontologia.

Natural de Araçatuba, a relação do dentista com a profissão, pesquisa e educação começou no ambiente familiar. Filho de mãe professora e de pai comerciante, dos quatro irmãos três seguiram a Odontologia como profissão; o caçula fez Administração de Empresas. "Eu sou o terceiro filho. Meu irmão mais velho já era dentista e professor na Faculdade de Odontologia de Araçatuba (FOA/ Unesp). E minha irmã fazia o curso, também na FOA. Quando decidi ir para o ensino superior, fiquei entre Medicina e Odontologia, mas a influência familiar falou mais alto", explica. Foi em 1973 que iniciou o curso na FOA/Unesp, e durante os estudos definiu seu perfil profissional. O gosto pela pesquisa acadêmica conquistou o profissional no terceiro ano do curso por meio de estágio na disciplina de Patologia. "Já no quarto ano isso se fortaleceu com o estágio em Cirurgia, disciplina ministrada pelo meu irmão. Logo em seguida, conquistei uma bolsa pela Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) e tudo deslanchou", relembra.

VIDA ACADÊMICA Com a conclusão do curso, ele iniciou o trabalho atendendo em clínica, e os próximos passos foram Mestrado e Doutorado em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, que abriram as portas para o início da sua carreira como docente. Em 1978, foi contratado como professor na FOA/Unesp para ministrar aula na disciplina de Cirurgia e Traumatologia. Foram 35 anos lecionando na instituição, on· de se aposentou em 201 3. Duran· te esse período, também conquistou o título de Livre Docente. Mas lecionar ainda faz parte da rotina do profissional. É Professor Titular da Faculdade de Odontologia de Bauru (USP) e professor de Pós-Graduação nas faculdades de Medicina e Odontologia São Leopoldo Mandic, de Campinas e também de São Pau· lo. "Ainda estou na ativa na área da Educação e não pretendo parar tão cedo. Agora que eu tenho experiência e bagagem, tenho que compartilhar com quem está começando na área", destaca. Também detentor da Medalha Luiz César Pannain, oferecida pelo Sindicato dos Odontologistas do Estado de São Paulo, como o profissional de Cirurgia Bucomaxilofacial de maior destaque no Brasil. Nestes anos de vida acadêmica, Carvalho orientou 80 Mestres e Doutores, além de ter formado aproximadamente 230 especialistas em lmplantodontia. Em parceria com professores da Unesp, também é responsável pela criação do Núcleo de Educação Continuada (NECOdonto), uma escola de aperfeiçoa· mento e de Pós-Graduação em diversas áreas da Odontologia. Os pacientes são atendidos nas áreas de lmplantodontia, Ortodontia, Cirurgia Bucal, Periodontia, Pró· tese Dentária e Dentística.

PRODUÇÕES LITERÁRIAS A produção literária também acompanha a carreira do doutor Paulo Sérgio. São quase 200 artigos científicos publicados em periódicos especializados nacionais e internacionais, como autor e coautor. No histórico bibliográfico es· tá a produção de cinco livros em parceria com outros pesquisadores da área: "lmplantodontia: gerenciando os riscos e complicações em lmplantodontia" (2007); "Prótese sobre implantes: planejamento, previsibilidade e estética", em parceria com Carlos Eduardo Francischone (2008); "A excelência do planejamento em lmplantodontia" (2008); "Osseointegração 20 anos · Visão contemporânea da lmplantodontia" (2009); "Fundamentos em lmplantodontia · Uma visão contemporânea", em parceria com Eduardo Piza Pellizzer (20 li · com 2 edições). O dentista também já ministrou mais de 250 cursos sobre Cirurgia e lmplantodontia no Brasil e no exterior, e ainda continua nessa atividade em parceria com colegas da profissão. Para ele, a pesquisa é fundamental para que se conheça os porquês dos comportamentos biológicos dos materiais e técnicas cirúrgicas no ser humano. "Nos dão informações interessantes e possibilitam desenvolver novas técnicas em áreas da cirurgia e implantodontia para aplicar nos pacientes", afirma.

IMPLANTODONTIA Paulo Sérgio de Carvalho e os dentistas Márcio Giampietro Sanches e Álvaro Francisco Bosco foram os precursores da lmplantodontia em Araçatuba. Carvalho conta que no final da década de 1980 no Brasil havia um esforço muito grande para conhecer o que eram os implantes que estavam sendo lançados na Europa. "Eu me interessei pelo assunto e acabei incorporando a implantodontia à minha vida profissional e acadêmica. Em parceria com os dois colegas, trouxemos os implantes para Araçatuba e ministramos cursos na área, no Brasil e também em outros países", relata.

PROFISSÃO, FAMÍLIA E AÇÃO SOCIAL "É a fonte de tudo o que eu tenho para realização pessoal, profissional e acadêmica". É assim que o pesquisador define a Odontologia. Para ele, a especialidade es· colhida (Cirurgia e Traumatologia) possibilita fazer com que o paciente tenha um bem-estar e também consiga resolver problemas que muitas vezes podem levá-lo a complicações maiores. "São pacientes traumatizados, que chegam com fraturas na face e por meio da cirurgia resolvemos esses casos", revela. Além disso, ressalta que a Odontologia possibilita maior qualidade de vida às pessoas. "Me dá a possibilidade de fazer com que elas se sintam esteticamente mais felizes", diz.

Se a paixão pela profissão nasceu dentro de casa, com os ir· mãos, a tradição também foi estendida à família que Paulo Sérgio constituiu. É casado com a dentista Mariliza Comar Astolphi de Carvalho e pai do dentista Fábio Astolphi de Carvalho. A filha Paula Astolphi é advogada e administradora. Ele, a esposa e o filho trabalham juntos em uma clínica na avenida Joaquim Pompeu de Toledo, em Araçatuba. "Fico feliz em poder compartilhar a profissão com minha família", ressalta. Na área social, continuando a obra assistencial fundada em outubro de 1960 por Emília Santos, o tio Rolandinho e a mãe, dona Bebé, exerce a função de presidente da Instituição Nosso Lar (Casa da Sopa Emília Santos, Centro Espírita Luz e Fraternidade, Livraria Espírita Rolando Perri Cefaly dentre outras iniciativas) desde 1999. Os trabalhos de assistência e doutrinário (Espiritismo) são desenvolvidos e coordenados pelo primo Walter Perri Cefaly Júnior, também cirurgião dentista e por grande equipe de voluntários.