Notícia

Diário de Sorocaba

Desenvolvimento tecnológico da indústria é discutido em workshop

Publicado em 06 dezembro 2003

Facilitar a aproximação de universidades, empresariado e poder público, visando o desenvolvimento tecnológico das indústrias da região de Sorocaba. Esse foi o principal objetivo do workshop realizado ontem, que teve como tema "Parcerias para Financiamento ao Desenvolvimento das Indústrias de Sorocaba e região". O encontro aconteceu no auditório da Unesp (Universidade do Estado de São Paulo) e faz parte do Plano de Desenvolvimento Regional (PDR). Se o plano for colocado em prática, Sorocaba será o primeiro pólo de desenvolvimento de projetos tecnológicos do Estado, em parceria com a Unesp (Universidade do Estado de São Paulo), assim como Botucatu e Jaboticabal viriam a ter caráter de desenvolvimento no âmbito da Biologia. O projeto está começando justamente pela cidade e tem o apoio de várias universidades da região como a Fatec, a Unip e a Uniso. "A universidade é um elo importante para o financiamento de projetos tecnológicos", destacou o secretário municipal de Desenvolvimento, Luiz Christiano Leite da Silva, já que os recursos para pesquisas são acionados pelas universidades. Entre os órgãos que dispõe, de tais recursos estão o CNPQ (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) e a Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado de São Paulo). AULA PRÁTICA "O setor produtivo tem dificuldade de desenvolvimento de novos projetos e a universidade teria capacidade para isso. Porém, ela não tem o hábito de transferir a o desenvolvimento da tecnologia para o empresariado", comentou o coordenador executivo do Câmpus Sorocaba-Iperó da Unesp, Galdenoro Botura Júnior. Segundo ele, a universidade, por meio de seus professores doutores, já detectou problemas na cadeia produtiva metalúrgica e mecânica da região. "Por meio do desenvolvimento em pesquisas, os estudantes estariam aprendendo a prática do que vêem nas aulas", disse. Outros workshops sobre o assunto devem ser realizados ao longo do próximo ano. Entre eles, o que tratará sobre a carga de impostos diminuída coma aplicação de recursos em tecnologia. Além desses encontros, o Ciesp (Centro das indústrias do Estado de São Paulo), que apóia a iniciativa, sedia semanalmente encontros sobre o desenvolvimento das indústrias por meio de projetos tecnológicos.