Notícia

Jornal de Piracicaba

Desenvolvida mais uma droga contra o câncer

Publicado em 17 novembro 2002

Uma equipe de pesquisadores da Universidade de Mogi das Cruzes (UMC) anunciou o desenvolvimento de uma nova molécula, que pode a vir a se transformar numa potente droga contra o câncer. Feito à base do metal paládio, o novo composto químico já foi testado em ratos com resultados promissores. Nos animais, ele inibiu o crescimento do tumor e impediu a metástase (disseminação do câncer para vários órgãos do corpo). O próximo passo será o teste em humanos. Segundo o coordenador da equipe, o químico Antônio Carlos Fávero Caires, 9 entre 15 grandes laboratórios farmacêuticos internacionais consultados se mostraram interessados em conhecer a nova molécula. "Desses, três estão dispostos a fazer testes em pessoas." Antes do acerto, é preciso resolver a questão da patente. A princípio, sua detentora será a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), que investiu US$ 2 milhões no estudo, entre compra de equipamentos e montagem de laboratórios. A UMC pagou o salário dos pesquisadores. "A Fapesp depositou o pedido de patente no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi) em 30 de agosto", explica Caires.